Klaus (Animação da Netflix, 2019) – Critica do Filme

Klaus (Animação da Netflix, 2019) – Critica do Filme

Critica: “Klaus” é um filme de animação da Netflix que reimagina todo o conceito de natal, em relação a cresças, costumes e tradições, basicamente apresentando uma nova origem da criação do natal.

klaus

Ready or Not (Casamento Sangrento) – Critica do Filme

The Witcher Netflix | 1ª Temporada (Critica da Série)

Star Wars 9: A Ascensão de Skywalker – Critica do Filme

klaus

Em Smeerensburg, remota ilha localizada acima do Círculo Ártico, Jesper (Jason Schwartzman) é um estudante da Academia Postal que enfrenta um sério problema: os habitantes da cidade brigam o tempo todo, sem demonstrar o menor interesse por cartas. Prestes a desistir da profissão, ele encontra apoio na professora Alva (Rashida Jones) e no misterioso carpinteiro Klaus (J.K. Simmons), que vive sozinho em sua casa repleta de brinquedos feitos a mão.

klaus

A primeira vista, não parece uma animação muito chamativa pelos traços menos “doces” que costumam ser usados em filmes como os da Disney por exemplo, mas a história cresce tanto durante a narrativa que a técnica usada passa a ser algo secundário para dar espaço ao que está sendo mostrado.

klaus

Parte das soluções iniciais funcionam, o que da mais força para os desfechos finais também funcionarem. Os personagens são cativantes e suas motivações apesar de algumas exageradas ainda sim são compreensíveis.

Criticas e referencias

Existe uma crítica sobre os costumes e tradições que são passadas em gerações sem motivo algum, apenas são coisas sendo repetidas porque todos estão repetindo, da para pensar que é até uma crítica ao próprio natal, a essa data comemorativa que simplesmente comemoramos todo ano, sem questionar bem os reais motivos.

klaus

Klaus é um excelente filme natalino, que é envolvente tanto para crianças quanto para adultos. O tipo de animação que esconde muitas camadas que para crianças podem passar despercebido mas para os adultos. É bem fácil de entender cada referencia colocada durante a trama. Principalmente envolvendo questões sobre ensino e edução pessoal de cada individuo. A personagem da professora, por exemplo, é uma das grandes incógnitas que cresce com a narrativa.

É um filme divertido e entrega uma história consistente sobre a criação do Natal.

klaus

klaus