O Esquadrão Suicida (2021) | Critica: O filme mais épico lançado pela DC em anos

Resenha Critica do filme O Esquadrão Suicida (The Suicide Squad, 2021). Direção: James Gunn. Sinopse: O governo envia os supervilões mais perigosos do mundo para a remota ilha de Corto Maltese, repleta de inimigos. Armados com armas de alta tecnologia, eles viajam pela selva perigosa em uma missão de busca e destruição com o Coronel Rick Flag.

O Esquadrão Suicida (2021) | Critica: O filme mais épico lançado pela DC em anos

o esquadrão suicida critica

O Esquadrão Suicida” é com certeza o filme mais épico lançado pela DC em anos. Com uma ação bastante frenética e uma narrativa urgente, o filme faz jus a seu titulo e não pouca personagem, qualquer um pode morrer e a cada cena fica mais difícil saber quem vai ser o próximo. A trilha sonora ajuda a conduzir a história junto da montagem, pontuando cada acontecimento como capítulos, deixando tudo mais divertido de se acompanhar, da para sentir que existe muita paixão pela produção do filme.

o esquadrão suicida critica

Mesmo com o dobro de personagens que o primeiro filme, a direção consegue administrar bem o tempo de tela e a construção de cada um deles, você realmente se importa com as perdas, além de muito carismáticos os personagens são de fato importantes para a trama.

o esquadrão suicida critica

O sangue e desmembramentos ajudam e muito para que o filme seja ainda mais empolgante, em determinado momento você esquece que esta assistindo um filme de heróis (ou melhor, anti-herói) por causa das cenas graficamente pesadas.

As muitas reviravoltas funcionam e realmente surpreendem, o roteiro foi pensado para surpreender a todo momento, e embora você tente prever algumas coisas, muito provavelmente o filme vai seguir por um caminho diferente, é de fato algo muito bem pensado.

o esquadrão suicida critica

O Esquadrão Suicida” é de fato um filme de equipe que funciona, onde todos são bem aproveitados, com uma história envolvente e que possui consequências reais, um grande acerto para a DC nos cinemas.

o esquadrão suicida critica