Critica | Espontânea (Spontaneous, 2020)

Resenha Critica do filme Espontânea (Spontaneous, 2020). Sinopse: Crescer é difícil o suficiente, mas quando alunos aleatórios explodem na sala de aula sem motivo aparente, as coisas ficam bem mais difíceis. Direção de Brian Duffield. Estrelado por Katherine Langford e Charlie Plummer.

Critica | Espontânea (Spontaneous, 2020)

critica Espontânea

Espontânea tem uma metáfora muito boa e bem literal sobre aproveitar o dia enquanto estamos vivos. Com uma narrativa bem jovem e colegial, o filme foca na relação entre dois jovens que iniciam uma amizade em meio ao caos em que de repente, alguns jovens começam a explodir espontaneamente, sobrando apenas as roupas ensanguentadas, o filme nunca explica a causa disso e não chega a ser um problema já que a questão não é essa e sim o tema em abordado.

critica Espontânea

O filme não inova tanto na forma de abordar seus personagens, é uma típica história de romance adolescente, mas que algumas vezes chega a surpreender por causa das explosões espontâneas que não sabemos ao certo qual o padrão com que elas acontecem.

critica Espontânea

Existem algumas cenas que fazem referencias diretas a atentados nas escolas dos Estados Unidos, é assustador o paralelo desses eventos.

Mesmo com muito sangue envolvido, a história é leve e divertida.

critica Espontânea

critica Espontânea