Animas (2019) – Confuso no começo mas muito explicativo no final | Critica

Animas

Animas é confuso demais no começo e didático demais no final, um filme que não se sustenta e atropela tanta informação que boa parte delas acaba sendo descartáveis e o fato de deixar tudo mastigado para o telespectador só deixa tudo mais entediante. Aqui no Audiencia da TV você encontra outros textos como esse sobre series da netflix, filmes clássicos ou lançamentos do cinema.

Ánimas (2019)

Animas

A proposta inicial é intrigante, não se sabe ao certo o que esta acontecendo por conta das cenas que não fazem sentido e da paleta de cor que vai mudando frequentemente. As cenas mesmo que não fazendo sentido de primeira instancia, deixa o telespectador tomar suas próprias conclusões.

Animas

O final desanda por completo quando algo que poderia ser metafórico acaba ficando literal até demais, deixando

todo o questionamento de lado, o filme pega todas as duvidas e responde cada uma delas detalhe por detalhe

como se quem assisti não fosse mentalmente capaz de entender o que esta acontecendo ou melhor, sem deixar o

espectador decidir o que esta acontecendo.

Animas

O terceiro ato de Animas, depois que já esta tudo explicado, não contente com isso, o filme não para de jogar mais explicações na sua cara, e fica tedioso e sem sentido nenhum continuar assistindo um filme que grita na sua cara “ei, olha aqui seu burro, essa é a explicação do filme”.

critica

A direção de arte é boa, fazendo paralelo as luzes do semáforo, com coisas que Abraham viveu, as auto referencias

como o teto do começo do filme sendo uma representação do coração batendo, explicando por que Alex disse

sobre contar os batimentos quando fica nervosa.

critica

O filme poderia ser gigantesco se não fosse pelo final explicativo demais, poderia ter terminado com algo ambíguo,

dando a oportunidade de interpretação e conversa sobre o filme.

Nota: 5/10