Critica | Tio Frank (Uncle Frank – Prime Video, 2020)

Resenha Critica do filme Tio Frank (Uncle Frank, 2020). Filme da Prime Video e Direção de Alan Ball. Sinopse: Em 1973, quando Frank e Beth, sua sobrinha de 18 anos, fazem uma viagem de carro, para ir o funeral do patriarca da família. Eles são inesperadamente acompanhados por Walid, o amor de Frank.

Critica | Tio Frank (Prime Video, 2020)

Critica | Freaky: No Corpo de Um Assassino (2020)

Os Piores Filmes de 2020

Critica | Mulher-Maravilha 1984 (2020)

Tio Frank

Traumas do passado podem durar muito tempo e muitas vezes a vida toda, e eles podem influenciar em decisões durante o caminho da vida. Crescemos com uma ideia de que a família é a base de tudo e que os pais nunca erram, eles são tidos como exemplo e inspiração para os filhos e tudo que os filhos querem é dar orgulho os pais, mas até que ponto vale abrir mão de si mesmo em pro do outro?

Tio Frank

Essa história acompanha uma jovem chamada Beth (Sophia Lillis) que tem orgulho de ter um tio autentico que a incentiva a ser da mesma forma, de seguir suas convicções sem ter medo do que o mundo vai dizer sobre elas, o tio Frank (Paul Bettany). Esse tio esconde um segredo, que até então não esta claro para Beth mas ela percebe a forma com que algumas pessoas lidam com seu tio, de maneira mais ríspida, o que acaba deixando-a confusa, pois ela vê nele todo exemplo a ser seguido, aos poucos, Beth vai entendendo o mundo ao seu redor e entendendo como algumas pessoas podem ser destrutivas por insistirem em seguir um padrão social.

Tio Frank

Existe uma abordagem sobre empatia com a ignorância de algumas pessoas que dificilmente vão mudar, como as mais velhas. O protagonista entende que o máximo que essas pessoas podem dar é a convivência, mas infelizmente a aceitação e o respeito nunca vão existir.

É um filme que mostra que algumas coisas só possuem o peso que tem, quando damos importância a elas.

Tio Frank

Tio Frank

Tio Frank

Tio Frank

Tio Frank

Tio Frank

Tio Frank

Tio Frank

Tio Frank

Reply