Critica | Mulher-Maravilha 1984 (2020)

Resenha Critica do filme Mulher-Maravilha 1984 (2020), direção de Patty Jenkins e estrelado por Gal Gadot Avançando para a década de 1980, a próxima aventura da Mulher-Maravilha nos cinemas a coloca frente a dois novos inimigos: Max Lord e Mulher-Leopardo.

Critica | Mulher-Maravilha 1984 (2020)

Tudo Bem no Natal que Vem

Convenção das Bruxas

Jovens Bruxas – Nova Irmandade

Mulher Maravilha 1984

Essa é uma boa sequencia e que se sai melhor do que o primeiro filme, e assim como o anterior o melhor momento é de novo As Amazonas. Depois dos filmes mais densos e ditos “Sombrios e realistas” em que a Warner vinha realizando, aos poucos isso vai mudando, já com o filme do Shazam, tivemos uma DC mais colorida e que não se leva tão a sério, e em Mulher Maravilha 1984 eles repetem a dose e quem gostou de Shazam deve adorar este filme.

Mulher Maravilha 1984

O modo como o filme coloca os anos 80 como parte da história é bem natural, não soa como algo plastico como normalmente acontece quando tentam vender uma obra se passando nos anos 80. Gal Gadot esta deslumbrante como Mulher Maravilha e atuando ainda melhor, chegando a protagonizar boas cenas de drama mas sem perder o vício de posar para a câmera a casa golpe, claro isso é ideia da direção para deixar a personagem ainda mais glamorosa.

Mulher Maravilha 1984

O grande problema do filme é sem dúvida alguma o CGI (Computação Gráfica) que para um filme lançado em 2020 deixou muito a desejar. Praticamente todas as cenas de ação, por mais boas e empolgantes que sejam, dão a impressão de que se passa em um fundo verde pois não existe peso, o que acaba tirando a emoção.

Mulher Maravilha 1984

Diferente do primeiro filme o vilão deste ou melhor, os vilões, são bons e fazem o público se importar com eles, tanto Kristen Wiig quanto Pedro Pascal estão ótimos como Mulher Leopardo e Maxwell Lord. Chris Pine é uma curva fora, que mesmo sem incomodar, sua presença não é justificada e o filme poderia sobreviver sem ele.

Mulher Maravilha 1984

O filme não se preocupa em ser pautado em um universo cinematográfico e trabalha individualmente, o que é uma boa escolha. A trilha sonora é um dos pontos mais positivos, conversando perfeitamente com todas as cenas e referenciando produções anteriores com versões alternativas.

Mulher Maravilha 1984

Para quem reclamava que a Mulher Maravilha não usa tanto o laço da verdade, este filme foi feito para basicamente para ele, absolutamente todas as cenas são compostas pelo uso do laço de diferentes formas, o que acaba sendo mais simbólico pelo fato da história ser baseada na verdade, em ser verdadeiro, e o laço é a perfeita representação disso.

Mulher Maravilha 1984

Mulher Maravilha 1984

Mulher Maravilha 1984

Mulher Maravilha 1984

Mulher Maravilha 1984

Mulher Maravilha 1984

Mulher Maravilha 1984