Critica | Contato Visceral (Wounds, 2019): Muita informação jogada para nada

Critica | Contato Visceral (Wounds, 2019)

Critica: “Contato Visceral (Wounds)” começa com uma tensão crescente e ao mesmo tempo calma, dando a entender que alguma coisa vai sair fora de controle a qualquer momento; Depois do final do filme, acredito que essa tensão causada logo no começo não foi proposital. O longa começa de maneira turva, misturando muitos elementos, mas não entregando nada.

critica contato visceral wounds

O principal problema desse filme é não ser objetivo, a necessidade de encher a tela com elementos e conceitos que não conversam mas que de alguma forma faz algum sentido para a narrativa, acaba soando um pouco pretensioso demais, de certa forma o filme tem camadas, mas depois abandona elas para aplicar tudo que foi apresentado de uma vez só, não dando sentido algum para a trama. A primeira camada é consumida por essa vontade de querer apresentar logo o que o idealista do longa quer passar para o público.

critica contato visceral wounds

Critica | O Exterminador do Futuro: Destino Sombrio (2019) – O melhor filme da franquia desde o segundo

Critica | A Odisseia Dos Tontos (2019) – Divertido, Simples e Emocionante

Critica | A Vida Invisivel – O Retrato do passado brasileiro que ecoa até hoje

A confusão narrativa é ampliada quando tentamos montar as peças do quebra cabeça, os furos no roteiro, os personagens no bar, o livro vermelho, o túnel, as alucinações, tudo da a entender que foi cortado pelo menos 1h de filme, acredito que a história era mais do que foi apresentado e o corte final deve ter prejudicado o resultado.

critica contato visceral wounds

O didatismo envolvendo a relação do protagonista e a ideia dele ser uma pessoa superficial, acaba sendo exagerada, já que ficou claro a ideia que o filme quer passar. A cena final é a cereja do bolo para quem teve a informação sendo martelada durante todo o longa, para cravar de vez o entendimento, ainda sim, mesmo com toda exposição, chega a ser desnecessário.