Critica The Walking Dead – A temporada 9 era o que a série precisava

Critica The Walking Dead

Critica The Walking Dead – Analise da serie The Walking Dead Temporada 9 da AMC, critica da temporada que introduz os sussurradores e a antagonista Alpha. Essa critica contem muitos spoilers, caso você não tenha assistido a nova temporada ainda recomendamos que você não leia o texto, caso não se importe fique por sua conta em risco. Aqui no Audiencia da TV você encontra muitas criticas, analises e teorias sobre filmes e series.

The Walking Dead 9ª Temporada (Parte 1)

Critica The Walking Dead

Mesmo não gostando mais da serie, eu continuo vendo e provavelmente vou permanecer assistindo até o final dela pra saber até onde vai, e mesmo odiando tudo que fizeram até agora, essa primeira metade da 9ª Temporada conseguiu ser melhor do que as duas ultimas temporadas lançadas.

Como todo mundo já sabia, o Rick não estaria mais na série até ali, essa seria sua ultima temporada, e então, o personagem durou exatos 5 episódios dessa temporada e…morreu? Achei que eles teriam coragem de realmente matar ele, mas só deram um gancho pra continuar a história pra trilogia de filmes que ainda serão lançados explicando onde o Rick foi parar.

Critica The Walking Dead

Eu gostei do modo em que eles encaminharam o personagem, mesmo sendo a sua ultima temporada, não tiraram o fogo e a importância dele na série, o seu “final” foi digno, com uma retrospectiva de alguns personagens ja mortos que foram influentes para Rick, só não gostei de não ter aparecido a Andrea, e no seu lugar apareceu a Sasha, que pra mim não foi tão importante pro Rick do que a Andrea foi mas tudo bem.

Uma coisa que eu sempre quis que acontecesse e nessa temporada eles abusaram tanto que me arrependi de querer isso, no caso é o avanço temporal da história, a serie ja começa no “futuro” e pronto, você foi colocado em um novo tempo da história e os criados não fazem questão de dizer o porque disso, foi só pra aparar algumas arestas e resolver alguns furos, como a barriga de Maggie nunca crescer mesmo ela estando gravida.

Salto Temporal

Critica The Walking Dead

Logo depois da Morte de Rick, acontece outro avanço temporal, agora todos os personagens estão convenientemente mais estilosos no visual, contando também com a filha de RickJudith” que não cresceu tanto mas mudou a cor do cabelo de loiro platinado pra castanho escuro, os grupos aliados foram separados e Maggie some sem mais nem menos. Também aparecem novos personagens que na hora estranhei demais, mas no final eu até que achei legal, acho que pelo menos 2 daqueles personagens tem grande potencial de crescimento na história.

Critica The Walking Dead

Uma coisa que eu estou achando muito ruim pra série, é essa tara de fazer todos os personagens terem algum tipo de romance. Uma hora colocaram a Jadis pra paquerar o Padre, depois a Rosita, qual o problema deles ficarem solteiros? acho que os criadores não sabem o que fazer com os personagens, e acham melhor uni-los para forçar uma história em conjunto que “convença”.

Critica The Walking Dead

No final, aparecem zumbis que “falam” ou melhor, sussurram, bom, acho que isso tem na HQ, mas na hora achei bem patético, não convenceu mas depois é explicado que são pessoas vestidas de zumbi, ai eu gostei mais, mas ai não fez sentido nenhum na minha cabeça, porem eu relevei, é que a série estava se saindo um pouco melhor até ali então acho que eu poderia relevar algumas coisas.

Parte 2

critica

A segunda parte da temporada é melhor que a primeira, novos personagens são apresentados e acompanhamos melhor quem são os “sussurradores” que até então se mostram bem pacíficos, já que a primeiro momento, “Alpha” só quer sua filha de volta e não quer guerra alguma.

critica

O começo, mostrando Negan e Judith em um tipo de relação pai e filha é esquisito demais, pois não é mostrado nenhum personagem de Alexandria, apenas a Judith armada e preparada. O que menos convence são os diálogos que são colocados na boca da menina, ela age como um adulto diversas vezes e nas conversas com Negan chega a soar esquisito demais, eles se aproximaram muito rápido e essa relação dos dois é desconfortante em vários momentos.

critica

A ausência de Maggie não é justificada em nenhum momento e la pro final da temporada ela é citada de uma forma rápida e banal. O desenvolvimento de Henry é uma parte massante de acompanhar da série, já que ele faz o papel do tipico pre adolescente irracional que leva todo mundo para uma situação de perigo, até Judith tem mais consciência das coisas do que ele.

Daryl, Michonne e Companhia

Critica The Walking Dead

Daryl se mantem um personagem bom de acompanhar, por conta da ausência de Rick, Daryl não foi usado ao extremo a ponto de saturar o personagem, pelo contrário, conseguiram mantem a essência do dele. Ao contrário de Michonne que perdeu um pouco a graça mas no antepenúltimo episódio, dedicado a ela, a personagem voltar a ter uma importância maior na trama.

Carol se torna uma personagem fraca sem importância, tem cenas que os diálogos dela e de Ezekiel são trocados, falas que Carol nunca diria, destoando totalmente do que a personagem representava.

Critica The Walking Dead

A cena do penúltimo episódio mostrando a morte de muitos personagens não foi tão impactante quanto esperado, os únicos personagens relevantes que morreram foram Henry, Tara e Enid. Acredito que poderiam ter morrido pelo menos mais 20 personagens já que não tiveram coragem de matar pessoas relevantes, que matassem mais figurantes pra desafogar o tempo de gente inútil que existe na série.

Nota: 7/10