Critica | A Maldição da Mansão Bly (2020)

Resenha Critica da série A Maldição da Mansão Bly, lançamento de 2020, original Netflix. Sinopse: Segunda temporada da série antológica A Maldição da Residência Hill. Bly, Condado de Essex. Desempregada, uma jovem mulher (Victoria Pedretti) começa a trabalhar em uma enorme e antiga mansão, cuidando de duas crianças aparentemente inocentes. A medida que os dias vão passando, os irmãos Flora e Miles apresentam um comportamento cada vez mais assustador.

Critica | A Maldição da Mansão Bly (2020)

The Boys in the Band

Enola Holmes

Filmes LGBT

A Maldição da Mansão Bly

Inegavelmente A Maldição da Mansão Bly estava sendo uma temporada bastante aguardada por conta do enorme sucesso que A Maldição da Residência Hill teve. Por causa de sua atmosfera sombria e os inúmeros plotwists, a série ganhou as graças do publico, e logico, para uma nova temporada era esperado nada menos do que algo superior, mas infelizmente não foi o que aconteceu.

A Maldição da Mansão Bly

Quase nenhum personagem tem carisma e só poucos deles tem desenvolvimento e aproveitamento adequado, o roteiro insiste em focar em histórias desinteressantes e entediantes apenas para preencher tempo de tela, muitos desses personagens poderiam facilmente não estar ali.

A Maldição da Mansão Bly

Existe uma ideia clássica de American Horror Story que já foi utilizada no final de A Maldição da Residencia Hill, e que certamente foi o pior acontecimento da 1ª temporada, aqui repetem esse artifício incansavelmente, desgastando ainda mais a ideia.

A Maldição da Mansão Bly

O drama que foi perfeitamente bem orquestrado na primeira temporada, mostrando histórias e motivações claras de cada personagem, aqui se perde por completo em meio a tantas incoerências, exageros e com uma computação gráfica que arranca o espectador por inteiro de qualquer imersão possivel.

A Maldição da Mansão Bly

Com uma narrativa extremamente cansativa, a história é conduzida pela perspectiva de uma narradora que até então não tem muita relevância. Um enredo bastante limitado e previsível que não parece ter sido executado pelos mesmos idealizadores de A Maldição da Residência Hill, em nenhum momento a história te prende ou surpreende, as coisas estão muito claras e continua assim até o minuto final da temporada.

Reply