Black Mirror Bandersnatch (2018) – Interativo mas vazio de história | Critica

Black Mirror Bandersnatch

Black Mirror Bandersnatch era um filme muito esperado já que é um derivado da série “Black Mirror”, que é hoje uma das séries de maior sucesso do serviço de streaming netflix e também já era conhecida por algumas pessoas e tinha uma certa fanbase antes de entrar no catalogo. Porém, a ideia não se saiu bem como esperada, ou pelo menos na pratica não é exatamente a “interatividade” que as pessoas estavam esperando, alem de ser o primeiro filme de Black Mirror, Bandersnatch também é interativo. Aqui na Audiencia da TV você encontra outros textos sobre critica, analise e resenhas de series e filmes.

Black Mirror Bandersnatch

black mirror bandersnatch

A única coisa que faltou foi ter um filme, ficaram tão preocupados com a “interatividade” que esqueceram da história.

black mirror bandersnatch

Todas as escolhas eram determinadas, ou você segue o que o filme quer ou você volta e escolhe obrigatoriamente o que o filme quer de novo, não tem interatividade de fato. O filme todo da voltas e voltas e não chega a lugar nenhum.

Metalinguagem

black mirror bandersnatch

A única parte boa mesmo foi quando quebra a quarta parede e o personagem descobri que está em uma série da Netflix e mesmo assim a história não anda muito e logo nos obrigada a voltar com a decisão ignorando tudo que foi escolhido. Mesmo quando a história teria um grande potencial de seguir de um modo em que a quebra da quarta parede fizesse parte da narrativa, mas acabam sendo covardes a respeito disso e tudo é ignorado.

critica

O elenco é ótimo, a ideia também, a trilha sonora nem se fala, porém a história não convence, não executa bem a ideia inicial de interação, que por melhor que fosse a ideia de que a realidade é que não temos o livre arbítrio, na pratica isso não funciona, principalmente para quem é assinante da netflix e esta acostumado com produções mais diretas.

Nota: 3/10