Tá Escrito (2023): Leia a critica do filme com Larissa Manoela

Resenha critica do filme Tá Escrito (2023). Elenco: Larissa Manoela, Victor Lamoglia, André Luiz Frambach, Karine Teles, Caroline Dallarosa e Kevin Vechiatto. Sinopse: Alice (Larissa Manoela), uma estudante de publicidade, aspira tornar-se uma influenciadora famosa nas redes sociais. Apesar de seus esforços, seus números permanecem estagnados, até que um dia ela recebe seu primeiro presente. Ao abrir, descobre um caderno em branco com instruções: qualquer previsão astrológica escrita nas páginas se tornará realidade. A partir desse momento, Alice adquire o poder de influenciar a todos.

Critica do filme Tá Escrito

Quem já acompanha os trabalhos da talentosa Larissa Manoela não ficará surpreso ao descobrir que o filme ‘Tá Escrito‘ se tornaria instantaneamente um clássico da sessão da tarde. A atriz tem a habilidade de protagonizar filmes incríveis com temáticas adolescentes, explorando assuntos íntimos sempre com uma boa dose de humor e representatividade. Em ‘Tá Escrito‘, somos conduzidos por uma trama centrada nos signos, onde a personagem principal ganha poderes por meio de um livro mágico que lhe permite alterar a personalidade das pessoas com base em seus signos astrológicos.

Com uma edição dinâmica e uma paleta de cores vibrantes, o filme não economiza esforços para apresentar uma linguagem moderna, lembrando muito o estilo visual característico de diretores como Edgar Wright. Aliás, Wright foi uma das inspirações do diretor Matheus Souza para este filme.

O roteiro é simples, mas eficiente, concentrando-se principalmente em destacar as características mais superficiais dos signos e brincando com situações facilmente identificáveis. Ao sair do cinema, é provável que você diga: “Conheço alguém assim”.

Apesar de muito divertido, o filme é um tanto objetivo demais, especialmente em relação à protagonista, cujas características são pouco exploradas para dar espaço aos outros signos do zodíaco.

Tá Escrito‘ é divertido, oferece uma trama fácil e familiar que certamente surpreenderá e emocionará devido às relações facilmente compreensíveis. É uma narrativa leve e ao mesmo tempo ousada, mas que poderia ter arriscado um pouco mais. O filme deixa espaço para uma continuação, o que não seria difícil de acontecer, já que alguns signos foram deixados de fora e poderiam ser explorados em uma possível sequência, o que seria bem interessante de assistir.

Tá Escrito filme

Tá Escrito filme

Tá Escrito filme

Tá Escrito filme

Tá Escrito filme

Tá Escrito filme

Tá Escrito filme

Tá Escrito filme

Tá Escrito filme

Tá Escrito filme

Tá Escrito filme

Tá Escrito filme

Tá Escrito filme

Tá Escrito filme

Tá Escrito filme

Tá Escrito filme

Tá Escrito filme

Tá Escrito filme

Tá Escrito filme

Tá Escrito filme




Reply

Deixe uma resposta