Rua do Medo – Parte 2: 1978 | Critica: Mais um acerto dessa trilogia

Resenha Critica do filme Rua do Medo – Parte 2: 1978 (Fear Street Part Two: 1978) Netflix. Sinopse: Em 1978, o Acampamento Nightwing é dividido pelos campistas e conselheiros vindos de Sunnyvale e os campistas e funcionários de Shadyside, mas quando os horrores de suas cidades são compartilhadas, as histórias ganham vida, e eles devem se unir para resolver um mistério aterrorizante antes que seja tarde.

Rua do Medo – Parte 2: 1978 | Critica: Mais um acerto dessa trilogia

💭Com uma abordagem mais direta e até mais dinâmica que a parte 1, “Rua do Medo – Parte 2: 1978“, consegue ser ainda melhor que o primeiro filme e que permanece trazendo diversas referencias a filmes de slasher (de assassino serial killer) mas o foco claro aqui é a franquia Sexta-feira 13, e que lembrou bastante o que já foi feito na temporada 8 de American Horror Story: 1984.

critica Rua do Medo - Parte 2 1978

O filme possui uma pegada bem teen, por causa do elenco mas assim como na primeira parte, as mortes são realmente sangrentas e pesadas, o grande diferencial é que já sabemos como tudo deve terminar, porém ainda é bom acompanhar a jornada que acaba trazendo algumas surpresas no meio do caminho e até mesmo no seu desfecho.

critica Rua do Medo - Parte 2 1978

O mais interessante no filme são as mortes e como elas são realizadas, a maioria não mostra o assassino executando suas vitimas o que causa ainda mais medo só de imaginar, acredito que foi uma escolha certeira, até por que boa parte das vitimas são crianças e seria arriscado mostrar tantas mortes assim em tela.

critica Rua do Medo - Parte 2 1978
A trilha sonora ajuda a compor melhor a época e existe um acervo ótimo de excelentes hits, que funcionam muito e ajudam a situar o espectador no ambiente, além de ser um momento nostálgico ótimo.

critica Rua do Medo - Parte 2 1978
Rua do Medo – Parte 2: 1978” é mais um acerto dessa trilogia, que além de trazer ótimas referencias, ainda constrói uma história cativante com seus personagens, sem ter medo de poupa-los, colocando a história a frente de qualquer coisa.

critica Rua do Medo - Parte 2 1978

critica Rua do Medo - Parte 2 1978

critica Rua do Medo - Parte 2 1978

critica Rua do Medo - Parte 2 1978