Critica | Stranger Things – 3ª Temporada (2019)

Critica Stranger Things – 3ª Temporada

Critica 3ª Temporada – Essa temporada de Stranger Things funciona na mesma formula que as temporadas anteriores mas com um toque de amadurecimento. A trama é dividida em alguns núcleos de personagens onde no final todos eles devem se encontrar para juntos derrotar o monstro já conhecido por eles.

Critica Stranger Things 3ª Temporada

É 1985 em Hawkins, Indiana. O verão está mais quente do que nunca, e um novo shopping foi inaugurado na cidade. O grupo de protagonistas estão a beira da adolescência, e pequenos romances complicam sua dinâmica. Eles precisarão aprender a crescer sem crescer realmente. Enquanto isso, um novo perigo surge. Com a cidade ameaçada novamente, Eleven e seus amigos percebem que o mal nunca acaba, apenas evolui. Agora, todos precisarão ser mais unidos do que nunca para sobreviver, e se lembrar que a amizade sempre será mais forte do que o medo.

Critica | Shazam! (2019) – Leve mas um pouco genérico

Critica | Annabelle 3: De Volta Para Casa (2019)

Critica | Homem Aranha: Longe de Casa (2019)

Critica Stranger Things 3ª Temporada

Todos os núcleos funcionam, algumas apostas da ultima temporada são reforçadas aqui, como a junção de Dustin e Steve, que tiveram um ótimo desempenho juntos na ultima temporada e voltam com a mesma química e dinâmica. Erica, que tinha feito apenas uma ponta na 2ª temporada, volta como personagem fixa ao núcleo de Dustin junto com uma personagem nova chamada Robin, esse grupo funciona muito e é um dos mais interessantes de acompanhar.

Critica Stranger Things 3ª Temporada
A rivalidade feminina usada de forma erronia na ultima temporada, aqui foi corrigida e as duas personagens “Onze” e Max e que não se gostavam, passam a ser amigas e confidentes uma da outra. Max é uma das personagens mais deslocadas da temporada, ela deveria ser a pessoa que teria ligação com o principal antagonista e esse elo seria usado como algum tipo de moleta de roteiro posteriormente mas a personagem não funciona bem como os outros e a impressão que dá é de que ela não faz parte da equipe.

Critica Stranger Things 3ª Temporada

Will, que foi o motivo principal da 1ª temporada existir e o principal destaque da 2ª temporada, foi deixado de lado e quase nunca tem algo para acrescentar. Joyce, que nas duas ultimas temporadas se mostrava uma mãe super protetora, simplesmente abandona os filhos em busca de um mistério que nem mesmo ela sabe o que significa.

Critica Stranger Things 3ª Temporada

As melhores cenas são de longe as de ação e o desespero que muitas delas conseguem passar, a impressão que deu é de que qualquer um poderia morrer nessa temporada de tão urgente que as coisas estavam acontecendo. De fato, morrem muitos personagens e alguns bem significativos, outras mortes não foram explicitamente mostradas, acredito que para talvez voltar atrás com a escolha posteriormente caso houvesse alguma mudança de planos.

Nota: 9/10