Critica | Resident Evil 4 – Recomeço (2010)

Resenha Critica do filme Resident Evil 4 – Recomeço (2010). Estrelado por Milla Jovovich, Ali Larter e Wentworth Miller. Sinopse: Em um mundo dominado por mortos-vivos, Alice continua sua batalha para salvar sobreviventes. Sua batalha se intensifica e ela recebe a ajuda de um velho amigo. Em Los Angeles, pode existir um lugar para salvar-se, mas a cidade foi invadida por mortos-vivos.

Critica | Resident Evil 4 – Recomeço (2010)

Resident Evil 3: A Extinção

Resident Evil: O Hóspede Maldito

O Halloween do Hubie

Resident Evil 4

Resident Evil 4 – Recomeço, tem um subtítulo bem sugestivo já que de fato a franquia tanta ignorar tudo que não funcionou no filme anterior, como os clones que são descartados já no início do filme, o ambiente desértico e os poderes de Alice…para assim, continuar com uma nova abordagem, mas ainda sim não teve muito êxito.

Resident Evil 4

Como já era de se esperar, a franquia insiste em acrescentar mais personagens dos jogos, o que não funciona em nada, como é o caso de Chris, que tem pouco aproveitamento e só está no filme para agradar os fãs dos jogos que certamente não devem ter gostado do personagem ter sido rebaixado a nada. Claire tem mais espaço do que no filme anterior mas quem sempre salva o dia é Alice, mesmo que agora não possua poder algum.

Resident Evil 4

De uma certo forma, deixar a história ser desenvolvida apenas dentro de uma prisão é interessante, entretanto, quase nenhum personagem importa e fica claro que boa parte deles (que não são conhecidos pelos jogos) estão ali só para morrer.

Resident Evil 4

Esse é o primeiro filme que usa o 3D e como a maioria dos casos, não tem tanta diferença assim. Novos monstros são adicionados a trama, assim como zumbis mais inteligentes, porém, não fazem tanta diferença para Alice que resolve qualquer coisa, mesmo sem poderes.

Resident Evil 4

Algumas cenas de ação que são crtl c crtl v dos jogos são legais mas não chega a ser algo que impressiona, e o fato do filme ter um vilão que é basicamente onipresente é no mínimo entediante. Existem muitos fanservices mas nada além. A cena pós-créditos é o maior acerto do filme.

Resident Evil 4

Reply