Critica | O Farol (The Lighthouse, 2019)

Resenha de O Farol Filme (The Lighthouse) Critica: Alegórico e misterioso, o filme de Robert Eggers, mesmo diretor de A Bruxa, acompanha dois homens isolados em uma ilha onde trabalham como faroleiros. Na medida em que a trama avança, vamos acompanhando o desenvolvimento e construção desses personagens e a inevitável total insanidade causada pelo isolamento.

Critica | O Farol (The Lighthouse, 2019)

Filmes LGBT: Lista de melhores filmes com a temática

Critica | The Midnight Gospel, 2020

Os Melhores filmes de todos os tempos

o farol

O filme é envolto de alegorias, onde nada é muito claro, temos uma história linear mas ao mesmo tempo podemos entender a trama como uma metáfora para outra coisa em uma segunda ou até terceira camada.

Robert Pattinson e William Dafoe são os únicos personagens e protagonistas do filme. Tudo depende do convencimento deles em tela e eles conseguem isso muito bem, ótimas atuações, com cenas de encher os olhos.

o farol

A trilha é macabra e ao mesmo tempo fria, ouvimos ao longo de todo o longa, um embalar sonoro que parece muito um canto de baleia, o que deixa o filme ainda mais tenso e misterioso.

A fotografia é um primor a parte, com planos longos de câmera andando, acompanhando o personagem de um ponto ao outro, o conhecido “Travelling”.

o farol

Esse filme chegou com expectativas altíssimas. Por conta do ultimo trabalho do diretor com o filme “A Bruxa”, que dividiu opiniões mas que deu um certo destaque a Robert Eggers.

O Farol” pode ser entendido como a luta do homem em questionar sua masculinidade ou até mesmo a história de quem se perdeu ao tentar viver como outra pessoa, então, sofre um conflito interno com si mesmo em busca da auto aceitação.

o farol

o farol

Reply