Jogando com a morte (Final Stab, 2001) | Critica

Resenha Critica do filme Jogando com a morte (Final Stab, 2001). Direção: David DeCoteau. Elenco: Jamie Gannon, Melissa Reneé Martin, Erinn Hayes, Laila Reece Landon, Bradley Stryker, Chris Boyd, Forrest Cochran, Michael Lutz, Brannon Gould, Donnie Eichar, Scott Hudson e Britt Soderberg. Sinopse: Um grupo é convidado para participar de um jogo chamado “assassinato misterioso”, em uma afastada propriedade, quando ao decorrer da noite eles descobrem que não é apenas um jogo e que um assassino de verdade esta matando um por um.

Jogando com a morte (Final Stab, 2001) | Critica

Jogando com a morte critica

Jogando com a Morte‘ não sabe bem se quer ser um filme de terror ou de comédia, pois mesmo se levando a sério demais, a trilha sonora não ajuda a compor o clima de terror, pois parece que a todo momento estamos acompanhando uma comédia romântica de tão alegre que é.

Jogando com a morte critica

A proposta do filme é interessante mas não convence muito, os personagens não possuem muito proposito, ficam o filme inteiro andando de um lado para o outro esperando serem guiados pelo roteiro.

Jogando com a morte critica

Muitas ideias e personagens são simplesmente deixados de lado durante a trama, o que deixa tudo ainda mais fraco. O filme não sabe bem onde quer chegar, ou na verdade sabe sim e esta tão preocupado com seu desfecho que não se preocupa em desenvolver as coisas, o que existe são cenas jogadas de qualquer jeito em beneficio de um final obvio e anticlimático.

Jogando com a Morte‘ é um filme que tenta surfar na onda do sucesso de ‘Pânico’ mas que falha drasticamente.