Critica | Sweet Tooth (1ª Temporada, Netflix)

Resenha Critica da série Sweet Tooth (Original Netflix, 1ª Temporada, 2021). Sinopse: Em uma perigosa aventura em um mundo pós-apocalíptico, um adorável menino-cervo sai em busca de um novo começo na companhia de um protetor rabugento.

Critica | Sweet Tooth (1ª Temporada, Netflix)

critica sweet tooth

Sweet Tooth é uma série que mistura fantasia com a vida real. Acompanha o mundo como conhecemos hoje, onde uma pandemia acontece e ao mesmo tempo, novas espécies de seres humanos começam a nascer, são os chamados híbridos, onde crianças começam a nascer metade humana e metade animal, isso acaba fazendo com que algumas pessoas pensem que a culpa da pandemia foi dessas crianças.

critica sweet tooth

A série já te prende no primeiro episódio, que poderia funcionar como um filme de tão completo e objetivo. Sweet Tooth tem 8 episódios, mas poderia ter pelo menos 6, já que algumas histórias não são relevantes, assim como alguns personagens, que poderiam facilmente serem descartados, como o vilão, que além de bastante caricato, destoa muito de tudo que acontece na série.

critica sweet tooth

É inevitável não comparar a pandemia da série com a atual em que estamos vivendo, com covid-19, e a série mostra bem como as pessoas estão se comportando em um mundo pós apocalíptico, quase como uma caça as bruxas onde qualquer sinal de infecção não é perdoado e a morte é tida como a única solução, pois até então não existe cura. É interessante como a série aborda a definição da nova “ética” de como viver nessa nova sociedade pandêmica.

critica sweet tooth

Existem núcleos mais interessantes que o do protagonista, porém, pouco aproveitados. A trama funciona mais para quem se identificar logo de cara com os personagens, caso contrário a história pode soar até maçante de acompanhar, pois o melhor momento dela é de fato o primeiro episódio. Ainda sim é uma serie série vale a pena maratonar, mas sem esperar coisas muito grandiosas.

critica sweet tooth