Black Mirror Rachel Jack and Ashley Too (S5E3, 2019) | Critica

Black Mirror Rachel Jack and Ashley Too (S5E3, 2019) | Critica: Esse episódio deve ser o menos despretensioso de toda a série. Mostra os conflitos de uma adolescente solitária chamada Rachel (Angourie Rice) que acabara de perder a mãe e o quanto ela se inspirada em sua ídola teen. Em contrapartida o episódio também acompanha o lado da artista pop Ashley O (Miley Cyrus), que na frente das câmeras é carismática e adorável mas por trás delas esconde uma frustração enorme por não poder cantar o estilo de música que ela ama.

Filmes 2020 | Lista completa com principais lançamentos

Filme Bad Boys 3 Para Sempre (2019) | Critica

Uncut Gems (Joias Brutas, Adam Sandler) 2020 | Critica do Filme

Black Mirror Rachel Jack and Ashley Too (S5E3, 2019) | Critica

Black Mirror Rachel Jack and Ashley Too

Da para entender por que Miley Cyrus aceitou o papel de Ashley O para essa temporada de Black Mirror. A personagem se assemelha muito ao que a cantora viveu durante sua carreira. Ela começou como Hannah Montana, e depois de um tempo mostrou que era uma cantora totalmente diferente da personagem que havia criado, tanto visualmente quanto no estilo musical.

Black Mirror Rachel Jack and Ashley Too

O episódio foca muito na solidão que Rachel tem, já mostrando ela comendo sozinha no refeitório do colégio. Descobrimos depois que a mãe dela morreu e que não só Rachel sofre com isso como também a irmã Jack (Madison Davenport) que se limita a escutar apenas as músicas que sua mãe gostava como uma forma de manter a memoria dela viva pelas músicas.

Bom elenco

Black Mirror Rachel Jack and Ashley Too

A atriz que faz a Rachel esta bem caracterizada como uma pessoa que realmente perdeu alguém, sempre melancólica, com olhar baixo e cabelo desarrumo. A irmã por outro lado, sempre se mostra dura e firma, como se só assim ela pudesse aguentar a dor da perda de sua mãe. Ela precisa de manter forte pelas duas, já que o pai é completamente ausente emocionalmente falando.

Black Mirror Rachel Jack and Ashley Too

O personagem Kevin (Marc Menchaca) que faz o pai delas, é praticamente ausente, mesmo que ele esteja la. O comportamento indiferente do personagem pode ser devido a lembra que as filhas dão a ele em relação a esposa, o pai dele olhar para filhas e enxergar a mulher que tanto amou e preferir se cobrir de trabalho para evitar esse sentimento de perda.

Black Mirror Rachel Jack and Ashley Too

Ashley Too é um dos pontos altos do episódio, a boneca falante funciona muito bem para a trama, ainda mais quando seu limitador é desligado. Todo o processo envolvendo a boneca e a cumplicidade que Rachel tem com ela é ao mesmo tempo triste e compreensível. As melhores cenas e mais engraçadas também são com certeza vindo de Ashley Too.

Black Mirror Rachel Jack and Ashley Too

Esse é um episódio bem leve em comparação aos outros episódios de Black Mirror. Porém, para quem conhece a história de Miley Cyrus talvez esse seja um episódio que agrade muito principalmente aos fãs da cantora. No geral essa temporada não tem sido algo para chocar mas sim para trazer reflexão sobre acontecimentos de hoje. Que por mais banais e corriqueiros que possam ser, não tem nada mais Black Mirror do que se acostumar com a total necessidade da tecnologia em nossas vidas.

Reply