Critica | Ad Astra – Rumo às Estrelas (2019)

Critica | Ad Astra – Rumo às Estrelas (2019)

Critica: Tecnicamente, “Ad Astra – Rumo às Estrelas” é um filme perfeito, você realmente se sente transportado para aquela aventura intergalática que somos conduzidos pelo protagonista vivido por Brad Pitt; No entanto, a história não é firme no que quer contar e acaba alongando demais a narrativa, colocando postos de escape que fogem totalmente do que esta sendo proposto no filme para tentar segurar a audiência de algum jeito, como os piratas na lua, que aparecem e somem gratuitamente e não faz diferença alguma para a trama.

critica ad astra

Roy McBride (Brad Pitt) é um engenheiro espacial que decide empreender a maior jornada de sua vida: viajar para o espaço, cruzar a galáxia e tentar descobrir o que aconteceu com seu pai, um astronauta que se perdeu há vinte anos no caminho para Netuno.

Critica | Coringa (Sem Spoilers) – 2019

Critica | Midsommar – O Mal Não Espera a Noite (2019)

Critica | Between Two Ferns: O Filme (2019)

critica ad astra

Claro que metaforicamente e até mesmo por meios de alegoria, o filme funciona, abordando questões sobre descobrir quem você realmente é e principalmente o tema de paternidade, no sentido de discutir se você é ou não a sombra de seu pai e até o quanto você pode ir para poder se encontrar e se libertar dessas amarras.

critica ad astra

Brad Pitt esta bem no papel, com uma apresentação bem minimalista do seu personagem, mas para algumas pessoas a sua introspectividade pode soar como indiferença e não deve gerar a reação esperada do público. É um filme que deve tocar predominantemente homens e que obviamente tiveram ou tem até hoje seu pai, é uma história que funciona muito mais para essas pessoas, é uma história de pai e filho.