Chamas da Vingança (Firestarter, 2022) | Critica

Resenha Critica do filme Chamas da Vingança (Firestarter, 2022), Remake do longa de 1984 adaptação de Stephen King. Direção: Keith Thomas Elenco: Zac Efron, Ryan Kiera Armstrong e Sydney Lemmon. Sinopse: Um pai (Zac Efron) precisa proteger sua filha com perigosos poderes pirotécnicos de uma agência secreta que pretende usá-los como armamento.

Chamas da Vingança (Firestarter, 2022) | Critica

Chamas da Vingança critica

Fazer um remake de um filme que deu muito certo já é uma tarefa difícil, agora fazer um remake de um filme que o original já não é la essas coisas é um trabalho mais complicado ainda. Adaptação da obra de Stephen King, ‘Chamas da Vingança‘ chega aos cinemas em uma reimaginação que não conseguiu ser bem sucedida, soando um tanto datado, o filme não mostra a que veio e tem talvez os 1h30 mais cansativos do ano. Cheio de conveniências, diferente do original de 1984, o filme foca bastante na personagem Charlie e menos em Andy, também temos mais presença da personagem Victoria, que é mais bem aproveitada do que no filme anterior, mas ainda sim com poucas cenas interessantes.

Chamas da Vingança critica

Algumas pessoas podem reconhecer a história do filme com o que acontece com a personagem 11 (Millie Bobby Brown), de Stranger Things, isso por que essa foi uma das inspirações para a criação da personagem para a série. Na segunda temporada, a série chegou a fazer uma homenagem ao filme de 1984 com um cartaz promocional.

Chamas da Vingança critica

Diferente da versão original, esse remake tenta colocar alguns elementos do terror na personagem principal, com cenas de suspense envolvendo seus poderes e transformando ela em uma ameaça real a todos que estiverem próximos, mas esse “terror” só funciona na teoria mesmo, talvez para usar no trailer dê muito certo mas no resultado final não provoca a reação esperada, por que para quem assiste, a personagem não é apresentada como uma ameaça de fato, mesmo com poderes destrutivos.

firestarter 2022

É inevitável não comparar com o filme original de 1984, diferente de David Keith, o ator Zac Efron, não consegue passar uma postura de pai preocupado, aquele que enfrenta o mundo para proteger sua filha, o ator esta em constante apatia e se não fosse pelos efeitos visuais em determinados momentos, não daria pra sentir muita afeição para com personagem.

firestarter 2022

Existem histórias que simplesmente são ruins quando adaptadas para a tela do cinema, isso por que algumas obras foram criadas para serem contadas apenas na sua versão original, seja ela livros, jogos ou até mesmo quadrinhos, algumas produções possuem ideias que nunca funcionariam nas telas, não teria o mesmo impacto, como é o caso de ‘Chamas da Vingança‘, que não conseguiu ser uma boa adaptação em 1984 e tão pouco em 2022.

Nota