Lula quebra sigilo do cartão corporativo de Bolsonaro que gastou R$ 27,6 milhões em hospedagens, sorveterias e peixarias

Lula quebra sigilo do cartão corporativo de Bolsonaro que gastou R$ 27,6 milhões em hospedagens, sorveterias e peixarias entre outros. O ex-presidente gastou quase 30 milhões entre 2019 e 2022 e colocou um sigilo de 100 anos para que isso não fosse descoberto, agora, Lula revelou os valores e em que foi gasto. Anteriormente, Lula já tinha quebrado o sigilo das visitas que Michelle Bolsonaro recebia no Palácio do Planalto.

Cristiano Zanin, advogado do presidente Lula, é atacado por bolsonarista em aeroporto

Ex-Bolsonarista, Veio da Havan declara apoio a Lula: “Vamos torcer pro Lula”

Lula derruba primeiro sigilo de 100 anos de Bolsonaro

URGENTE: Alexandre de Moraes ordena prisão de ex-comandante da Polícia Militar no Distrito Federal

Entre os destaques, estão os gastos com hospedagem, a maior fatia do que foi comprado com o cartão.

  • No total, foram R$ 13,7 milhões com hotéis
  • Somente no Ferraretto Hotel, no Guarujá, cidade do litoral paulista, foi pago R$ 1,4 milhão

Na alimentação, outra parcela significativa nos gastos gerais do cartão — R$ 10,2 milhões —, se destacam:

  • Os R$ 8.600 gastos em sorveterias
  • Cerca de R$ 408 mil em peixarias
  • Em padarias, Bolsonaro gastou R$ 581 mil ao longo do mandato



Reply