Sergio Moro diz que tentou proteger Lula ao combinar farsa com Deltan

Sergio Moro diz que tentou proteger Lula ao combinar farsa com Deltan – Depois de negar de todas as maneiras a veracidade das mensagens vazadas entra ele e o procurador Deltan dallagnol, o ex-juiz da lava Jato que condenou o Lula sem provas, Sergio Moro agora reconhece uma das mensagens e vai além, diz que tentou proteger o ex-Presidente Lula.

Moro entrou no STF para evitar que a defesa de Lula tivesse acesso as mensagens que foram obtivas entre ele e o Procurador Deltan dallagnol. Nas mensagens, fica muito claro que a intensão de Moro, nunca foi fazer Justiça, mas sim, perseguir um inocente e condena-lo a qualquer custo.

O ministro da suprema corte Ricardo Lewandowski, determinou que a defesa do ex-presidente Lula tivesse acesso a integra de todas as mensagens, um arquivo com cerca de 7 terabytes, ate agora a defesa de Lula teve acesso a penas de 50GB, oque já foi o suficiente para deixar claro o conluio entre procuradores e o Juiz para condenar e prender Lula mesmo sem provas, com a intensão de tira-lo do pleito em 2018.

Moro que sempre negou a autenticidade das mensagens, agora entrou com um recurso no STF, pedindo para que a defesa do ex-presidente não tivesse acesso as mensagens. Em um dos trechos das alegações, Moro entra em contradição, reconhece as mensagens e ainda diz que, a troca de mensagem com procurador foi para proteger Lula.

“Ora, o juiz perguntar ao procurador se ele tem elementos para denunciar é meramente um cuidado retórico para advertir ao Ministério Público de que não deve oferecer acusações levianas, isso para proteger o acusado e não para prejudicá-lo”, alega o documento da defesa de Moro, representada por sua esposa, a advogada Rosângela Moro ao STF.

Reply