Lula dispara nas pesquisas ultrapassa Bolsonaro e ganha de todos os outros candidatos em 2022 – Pesquisa XP/Ipespe

Lula dispara nas pesquisas ultrapassa Bolsonaro e ganha de todos os outros candidatos em 2022 – Pesquisa XP/Ipespe – pesquisa XP/Ipespe, realizada entre 29 e 31 de março. Segundo o levantamento, Lula aparece com 21% das intenções de voto no cenário espontâneo (quando o pesquisador pergunta em quem vai votar, sem citar nomes), para a corrida presidencial para o pleito de 2022, vinte dias atrás, Lula tinha 17% nas intenções de votos.

Pesquisa XP/Ipespe lula continua crescendo

Já no cenário estimulado para o primeiro turno ‒ quando são apresentados ao eleitor possíveis nomes de candidatos.
Lula aparece com 29% das intenções de voto, contra 28%. O ex-presidente saltou 4 p.p. em 20 dias.

Em terceiro lugar vem Sergio Moro e Ciro Gomes, com apoio de 9% cada. O ex-juiz tem hoje metade das intenções de voto que tinha um ano atrás, quando deixou o cargo de Ministro da Justiça e Segurança Pública do governo.

Na sequência, vem Luciano Huck (sem partido), com 5%. Já Boulos, Doria e o ex-ministro Luiz Henrique Mandetta (DEM) têm, nesta simulação, 3% de intenções de voto cada um. Indecisos, votos em branco e nulos somam 12%.

Pesquisa XP/Ipespe lula continua crescendo

Já nas simulações de segundo turno feitas pela pesquisa XP/Ipespe. O levantamento mostra que nenhum dos nomes do chamado “centro” aparece numericamente à frente de Bolsonaro ou Lula nas simulações.

Bolsonaro empata com Moro (30% a 30%), Ciro (38% a 38%) e Huck (35% a 32%), e supera Doria com vantagem de 7 pontos percentuais (37% a 30%) ‒ mesmo placar de fevereiro.

Lula aparece com 5 pontos de vantagem contra Sergio Moro, Juiz que condenou Lula sem provas para tira-lo das eleições em 2022, (por 41% a 36%) ‒ é a primeira vez que isso acontece. O ex-juiz chegou a aparecer com vantagem de 10 pontos percentuais em dezembro de 2019.

Na simulação contra Bolsonaro, Lula também aparece e à frente (42% a 38%).

Pesquisa XP/Ipespe lula continua crescendo

Reply