Bolsonarista chora após levar tapa de deputado petista: “Humilhado”

Um episódio tenso marcou a Câmara dos Deputados quando o deputado bolsonarista Messias Donato (Republicanos-ES) chorou publicamente ao comentar sobre o incidente em que levou um tapa do deputado petista Washington Quaquá (PT-RJ) durante uma confusão ocorrida na última quarta-feira (20).

O tumulto teve origem durante a sessão de promulgação da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) da Reforma Tributária, aprovada na sexta-feira passada (15) pela Casa Legislativa. Em meio às tensões entre os bolsonaristas, Quaquá anunciou que levaria o caso à Comissão de Ética da Câmara.

O desentendimento entre os dois parlamentares culminou com Donato provocando Quaquá, que, por sua vez, respondeu com um tapa após ser chamado de “viadinho” pelo bolsonarista. No seu relato, Donato mencionou ter assistido a uma entrevista na qual o petista afirmou que bateria nele novamente se tivesse a chance, o que o deixou visivelmente abalado.

Donato expressou sua tristeza e afirmou se sentir “humilhado”, destacando que a Câmara não deveria ser um local para confrontos físicos. Ele ressaltou suas convicções em defesa da vida, da família e dos valores cristãos. Durante seu discurso emocional, colegas pediram a cassação do deputado petista, enfatizando a inaceitabilidade do comportamento agressivo no Congresso e nas ruas do Brasil.




Reply

Deixe uma resposta