He Went That Way: Zachary Quinto e Jacob Elordi estrelam filme baseado em Crime Real

Uma Viagem Sinistra pela Rota 66

Com estreia prevista nos cinemas americanos em 5 de janeiro de 2024, seguida pela disponibilidade em plataformas digitais em 12 de janeiro, “He Went That Way“, dirigido pelo falecido Jeff Darling, apresenta um thriller envolvente inspirado em eventos reais dos anos 1960. A trama desenrola-se durante uma jornada pela icônica Rota 66, onde Jim (interpretado por Zachary Quinto), um tratador de animais, embarca em uma viagem com Spanky, um chimpanzé estrela de televisão.

He Went That Way: Encontro com o Desconhecido

A narrativa toma um rumo sombrio quando Jim, interpretado por Zachary Quinto, dá carona a Bobby, papel de Jacob Elordi, um estranho misterioso e atraente que, ao longo da jornada, revela ser um assassino em série imerso em uma onda de violência. A trama desenrola-se enquanto Jim enfrenta desafios para garantir não apenas sua própria segurança, mas também a de Spanky.

Baseado em Eventos Reais e Livro de Conrad Hilberry

He Went That Way” é baseado no livro de não ficção “Luke Karamazov”, de Conrad Hilberry, que retrata a experiência real de Dave Pitts, um renomado adestrador de animais. Pitts cruzou o caminho de Larry Lee Ranes, um assassino condenado, enquanto viajava pelo país com Spanky, o único sobrevivente notável de uma série de assassinatos cometidos por Ranes.

Complexidade na Representação

Zachary Quinto, conhecido por seu trabalho e por ser abertamente gay, e Jacob Elordi, que já desempenhou papéis com nuances queer, como em ‘Saltburn’, adicionam camadas de complexidade à narrativa. A dinâmica entre os personagens sugere uma tensão emocional e física subjacente, enriquecendo a trama.

Equipe de Produção e Distribuição de He Went That Way

“He Went That Way” conta com um roteiro de Evan M. Wiener e é produzido por Marc Benardout, James Harris, Mark Lane, Hugh Broder e Jeremy Kotin. Além de Jacob Elordi e Zachary Quinto, o elenco principal inclui o talentoso Patrick J. Adams. A cinematografia é de Sean Bagley, a edição de Adam Wills, e a trilha sonora é assinada por Jamie N Commons e Nicolas Rosen. O filme é uma produção conjunta das empresas Head Gear Films, Teashop Productions e Mister Smith Entertainment, com distribuição pela Vertical Entertainment.




Reply

Deixe uma resposta