Canal Brasil exibe mostra em comemoração aos 90 anos de Othon Bastos

Canal Brasil vai exibir uma mostra para celebrar o aniversário de 90 anos do ator Othon Bastos. A programação especial vai ao ar no dia 23, a partir das 14h10, e reúne quatro longas que contam com o aniversariante no elenco em diferentes momentos de sua carreira. Fazem parte da seleção “Deus e o Diabo na Terra do Sol” (1964), de Glauber Rocha, em que interpreta o cangaceiro Corisco; “São Bernardo” (1972), de Leon Hirszman, em que vive Paulo Honório; “O Paciente – O Caso Tancredo Neves” (2018), de Sérgio Rezende, na pele do ex-presidente; e “Bicho de Sete Cabeças” (2000), de Laís Bodanzky, em que é Seu Wilson, pai de Neto, interpretado por Rodrigo Santoro.

todos os vencedores do big brother brasil

melhores doramas netflix

Sessão da Tarde Hoje

Tela Quente Hoje

assistir game of thrones online

Estou muito feliz, é realmente um belo presente. O público vai poder participar de filmes que foram feitos há 59 anos, 40, 30, 20, e que eu tive o imenso prazer de fazer. ‘Deus e o Diabo na Terra do Sol’ é uma experiência realmente cinematográfica, com Glauber com vinte e poucos anos fazendo uma experiência bestiana no cinema, foi realmente um encontro. ‘São Bernardo’ eu acho um dos filmes mais importantes da minha carreira, com o Leon Hirschman, e Graciliano Ramos, mais uma vez, brilhando, uma adaptação excelente para o cinema. Tem também o filme mais recente sobre o Tancredo Neves, que mostra esse homem que lutou desesperadamente para conseguir a presidência, e quando vai assumir, acontece essa doença e um erro médico inacreditável. E por fim ‘Bicho de Sete Cabeças’, que foi um filme que eu tive enorme prazer em fazer com a Laís Bodansky”, lembra o ator.

Além da mostra de filmes, o Canal Brasil vai exibir, na segunda, 22, às 13h30, uma entrevista gravada com Othon Bastos em 2021 para o Cinejornal. Na conversa, o ator fala sobre seus principais trabalhos, entre eles “São Bernardo” e “Deus e o Diabo na Terra do Sol”. Sobre a obra de Glauber Rocha, o artista revela na entrevista detalhes da filmagem de uma das cenas marcantes. “A cena do beijo, que é lindíssima, o Glauber disse o seguinte: ‘vocês rodam em uma direção e a câmera vai rodar na outra, quando vocês acabarem de fazer a volta, vocês retornam e a câmera vai retornar’. E saiu aquela cena linda. Foi tudo feito como experiência, um trabalho em cima do que ele tinha imaginado. Foi uma coisa maravilhosa, não sei se teria feito nenhum outro filme se não fosse por esse“.

Othon Bastos iniciou sua carreira no teatro na década de 1950 trabalhando como assistente de cenografia, iluminação e sonoplastia. Nos anos 1960, o ator ingressou no cinema e participou de importantes obras do audiovisual brasileiro, como o premiado “Deus e o Diabo na Terra do Sol”, um marco no cinema novo. Othon acumula mais de 90 filmes em sua carreira e mais de 80 trabalhos na televisão em novelas, séries e minisséries, além de uma extensa trajetória também no teatro. O ator é vencedor de prêmios em festivais como Festival de Cinema de Brasília, Festival de Cinema de Gramado, Grande Prêmio do Cinema Brasileiro, Festival Internacional de Cinema do Rio. Seu trabalho mais recente foi na novela Éramos Seis, em 2019.

Mostra Othon Bastos – 90 anos

Cinejornal – Entrevista Othon Bastos

Horário: Segunda, 22/05, às 13h30

Deus e O Diabo na Terra do Sol (1964) (120’)

Horário: Terça, 23/05, às 14h10

Classificação: 16 anos

Direção: Glauber Rocha

Sinopse: Manuel é um vaqueiro que se revolta contra a exploração imposta pelo coronel Moraes e acaba matando-o numa briga. Ele passa a ser perseguido por jagunços, o que faz com que fuja com sua esposa Rosa. O casal se junta aos seguidores do beato Sebastião, que promete o fim do sofrimento através do retorno a um catolicismo místico e ritual. Porém ao presenciar a morte de uma criança Rosa mata o beato. Simultaneamente Antônio das Mortes, um matador de aluguel a serviço da Igreja Católica e dos latifundiários da região, extermina os seguidores do beato.

São Bernardo (1972) (113’)

Horário: Terça, 23/05, às 16h10

Classificação: 10 anos

Direção: Leon Hirszman

Sinopse: De origem pobre, Paulo Honório trabalha incansavelmente e consegue se tornar um rico fazendeiro. Sua esposa, Madalena, precisa enfrentá-lo depois que ela se cansa de seus modos tirânicos.

O Paciente – O Caso Tancredo Neves (2020) (110’)

Horário: Terça, 23/05, às 18h10

Classificação: 10 anos

Direção: Sergio Rezende

Sinopse: Os últimos dias da vida de Tancredo Neves, o primeiro presidente civil, eleito pelo colégio eleitoral no Congresso Nacional, depois da ditadura militar. Toda a expectativa da população brasileira e a doença de Tancredo, que depois de 39 dias de internação, morreu no dia 21 de abril de 1985, nunca sendo empossado.

Bicho de Sete Cabeças (2001) (90’)

Horário: Terça, 23/05, às 19h50

Classificação: 14 anos

Direção: Laís Bodanzky

Sinopse: O relacionamento entre Wilson e seu filho Neto está cada vez pior. A situação entre os dois está prestes a chegar ao seu limite, quando o pai decide internar o filho em um manicômio, onde o rapaz enfrenta condições terríveis de tratamento.




Reply

Deixe uma resposta