“Alita: Anjo de Combate”: Curiosidades e Possível Continuação

Desde o lançamento de “Alita: Anjo de Combate” em 2019, fãs e entusiastas têm sido cativados pela mistura de ficção científica e ação presente no filme. A colaboração entre os diretores James Cameron e Robert Rodriguez trouxe à vida uma adaptação do mangá cyberpunk “Gunnm” de Yukito Kishiro. Enquanto uma possível sequência permanece no horizonte, mergulhemos em sete curiosidades fascinantes sobre essa obra tão cultuada:

Tudo sobre Alita Anjo de Combate

1. Apoio Inicial de Guillermo Del Toro para Alita Anjo de Combate

O diretor renomado Guillermo Del Toro desempenhou um papel-chave nos estágios iniciais de “Alita: Anjo de Combate“. Foi ele quem apresentou o mangá “Gunnm” a James Cameron nos anos 1990, pavimentando o caminho para a colaboração e participando ativamente na adaptação.

2. Uma Jornada de Décadas para a Concretização

A jornada para concretizar “Alita: Anjo de Combate” foi longa e cheia de obstáculos. A visão de James Cameron para o filme remonta a muitos anos atrás, mas diversos fatores, incluindo avanços tecnológicos e compromissos com outras produções, adiaram sua realização.

3. Uma Mudança de Nome Singular

Embora o mangá seja intitulado “Battle Angel Alita“, o produtor Jon Landau brincou ao sugerir que o projeto fosse renomeado para “Alita: Battle Angel“. Essa sugestão nasceu do padrão de James Cameron, que frequentemente batiza seus filmes com as letras A ou T.

4. O Design Impactante dos Olhos de Alita Anjo de Combate

A aparência distinta de Alita, especialmente seus grandes olhos, gerou discussões intensas após o lançamento do primeiro trailer. O diretor Robert Rodriguez defendeu essa escolha, destacando a intenção de criar olhos fotorrealistas fiéis ao mangá e expressivos ao lado dos personagens humanos.

5. A Influência de “Avatar” na Participação de Cameron

Embora tenha contribuído como roteirista, James Cameron não dirigiu “Alita: Anjo de Combate” devido ao seu envolvimento no ambicioso projeto “Avatar“. O diretor estava profundamente dedicado a essa nova empreitada, impossibilitando sua direção no filme.

6. A Seleção Criteriosa de Rosa Salazar

A escolha da atriz Rosa Salazar para o papel de Alita envolveu um processo rigoroso de seleção, durante o qual ela superou outras atrizes renomadas, como Zendaya, Maika Monroe e Bella Thorne.

7. A Indicação de Christoph Waltz por Quentin Tarantino

A presença marcante de Christoph Waltz no elenco deve-se à recomendação de Quentin Tarantino. Waltz havia ganhado o Oscar por suas atuações em filmes dirigidos por Tarantino, o que solidificou sua participação no projeto.

Enquanto aguardamos por possíveis novidades sobre uma sequência, a experiência de “Alita” está disponível por meio da plataforma de streaming Star+.

alita anjo de combate

alita anjo de combate

alita anjo de combate

alita anjo de combate

alita anjo de combate

alita anjo de combate

alita anjo de combate

alita anjo de combate

alita anjo de combate

alita anjo de combate

alita anjo de combate

alita anjo de combate

alita anjo de combate

alita anjo de combate

alita anjo de combate

alita anjo de combate

alita anjo de combate

alita anjo de combate

alita anjo de combate

alita anjo de combate

alita anjo de combate

alita anjo de combate

alita anjo de combate

alita anjo de combate

alita anjo de combate

alita anjo de combate

alita anjo de combate

alita anjo de combate

alita anjo de combate

alita anjo de combate

alita anjo de combate

alita anjo de combate

alita anjo de combate

alita anjo de combate

alita anjo de combate

alita anjo de combate

alita anjo de combate

alita anjo de combate

alita anjo de combate

alita anjo de combate

alita anjo de combate

alita anjo de combate

alita anjo de combate

alita anjo de combate

alita anjo de combate

alita anjo de combate

alita anjo de combate




Reply

Deixe uma resposta