Silas Malafaia diz que vai fazer greve de fome para salvar Bolsonaro de cassação: “Farei uma greve de fome feroz, não vão cassar Bolsonaro”

Malafaia se posiciona radicalmente em defesa de Bolsonaro e ameaça greve de fome mortal

Em um gesto extremo de lealdade, Silas Malafaia, pastor-empresário e líder da Assembleia de Deus Vitória em Cristo, surge como o escudo protetor de Jair Bolsonaro (PL), que enfrentará um julgamento crucial no dia 22 deste mês. O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) examinará as acusações de ataques ao sistema eleitoral brasileiro feitos pelo presidente durante uma reunião com embaixadores em julho do ano passado.

Escândalo de gastos extravagantes: Bolsonaro gastava R$ 8 mil por dia com assessores

Bolsonaro e Michelle não vão a Marcha para Jesus e evangélicos desconfiam que eles só tinham intenções políticas

Bolsonaro planejava prender Lula caso ganhasse as eleições

“Nenhuma cassação será aceita no dia 22”, declara Malafaia em defesa apaixonada de Bolsonaro

Sem meias palavras, o fervoroso pastor-empresário Silas Malafaia proclamou que não tolerará a cassação de Bolsonaro na fatídica data do dia 22. Segundo revelações do perfil Na Mira do Repórter no Twitter, Malafaia expressou sua indignação: “Querem impedir que esse bravo defensor se candidate e ajude os menos favorecidos há mais de três décadas. Eu não permitirei. Estou disposto a lançar-me em uma greve de fome feroz, arriscando até minha própria vida, para evitar que cassem Bolsonaro…”.

Apoio inabalável: Malafaia, defensor contumaz do governo Bolsonaro

Essa não é a primeira vez que o influente líder religioso levanta sua voz em apoio ao governo Bolsonaro. Em janeiro, por exemplo, o pastor criticou as prisões de bolsonaristas que ousaram invadir a imponente Praça dos Três Poderes, em Brasília (DF), no dia 8 do mesmo mês. Nesse contexto, Malafaia aproveitou a oportunidade para disparar seus ataques contra Alexandre de Moraes, ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) e presidente do TSE.

A coragem incansável de Malafaia em defesa de um líder controverso

Silas Malafaia, conhecido por sua determinação implacável, prova mais uma vez sua lealdade inquestionável ao presidente Jair Bolsonaro. A decisão de empreender uma greve de fome como forma de protesto é um testemunho vivo do seu comprometimento e convicção em proteger Bolsonaro de qualquer ameaça de cassação.

A repercussão e os desdobramentos dessa defesa apaixonada

A declaração enfática de Malafaia em defesa de Bolsonaro certamente abalará as estruturas do cenário político. Sua ameaça de greve de fome mortal atrairá olhares atentos e fomentará debates acalorados sobre os limites da devoção política e religiosa. Agora, resta aguardar o desfecho do julgamento e observar como essa declaração impactante moldará o futuro da política nacional.




Reply

Deixe uma resposta