Lula e Haddad humilham Bolsonarismo em São Paulo e batem recorde de aprovação

Lula e Haddad estão humilhando o Bolsonarismo em São Paulo. Os dois candidatos, Lula a presidência e Haddad a governador, estão subindo nas pesquisas e ficam em primeiro lugar na região. Haddad esta com 30% das intenções de voto e Lula com 39%.

Em segundo lugar na corrida para sucessão ao palácio dos bandeirantes, ficou com Márcio França do PSB, com 17$, logo depois vem Tarcísio Freitas do Republicanos, com 10% e Rodrigo Garcia do PSDB, com 5%, candidato a reeleição.

“Em outro cenário da disputa, sem a candidatura de Márcio França, Haddad subiria para 37%, Tarcísio marcaria 12% e Garcia teria 8% Neste caso, a Genial/Quaest pôde comparar a intenção atual de voto com a registrada em março. Haddad cresceu seis pontos porcentuais. Tarcísio permaneceu estável (12%) e Garcia oscilou dois pontos para cima, passando de 6% para 8%” aponta os jornalistas Daniel Bramatti e Marcelo Godoy, da Folha de S. Paulo.

Em segundo lugar das intenções de voto para a presidência, esta Jair Bolsonaro com 28%, seguido de Ciro Gomes com 8%. De acordo com a reportagem de Daniel Bramatti e Marcelo Godoy, publicada no Estado de S. Paulo.

“O ex-governador João Doria (PSDB), que em 2018, na disputa pelo governo estadual, teve quase 32% dos votos no primeiro turno e foi eleito no segundo, agora tem a preferência de apenas 4% dos paulistas como pré-candidato a presidente da República”, destacam os jornalistas. “No universo paulista, assim como no resto do País, Lula é mais forte entre as mulheres do que entre os homens. No segmento feminino, ele tem 41% das preferências, ante 23% de Bolsonaro e 15% dos demais candidatos somados. Ou seja, teria mais votos que a soma de todos os adversários. Já entre os homens há um empate técnico entre o petista e o presidente: 36% a 35%” concluem.