Irmã de Neymar e Rivaldo na Mira da Polícia Federal por Suposto Financiamento de Ataques à Democracia

Investigações em Andamento

Rivaldo e Rafaella Santos estão sob investigação da Polícia Federal por alegado envolvimento no financiamento de ataques à democracia. A revista Veja relata que a investigação, que já se estende por mais de dois anos, centra-se em uma possível milícia digital composta por aliados do ex-presidente Jair Bolsonaro, com o propósito de minar diversas instituições democráticas.

Operação Lesa Pátria

A Operação Lesa Pátria, conduzida pelos investigadores, ouviu um membro da suposta milícia digital que afirma ter recebido uma doação de R$50 mil do ex-jogador da Seleção Brasileira, Rivaldo. Contudo, ainda não há comprovação de que esse dinheiro foi destinado à invasão e depredação de prédios públicos.

Envolvimento de Rafaella Santos

Rafaella Santos, irmã de Neymar, também foi mencionada pelo membro da milícia digital, cujo objetivo era alimentar uma rede de desinformação, disseminar notícias falsas e incentivar ataques a adversários políticos e juízes por meio das redes sociais. A assessoria da influenciadora negou qualquer conhecimento dos envolvidos na organização e repasse de recursos.

Reações nas Redes Sociais

Nas redes sociais, Rafaella e Rivaldo enfrentam duras críticas. Internautas expressam indignação com a situação, destacando a aparente disparidade nas punições entre os financiadores e os supostos laranjas. A situação gera debates sobre ética e responsabilidade em meio aos cenários políticos e sociais complexos do Brasil.

É um desdobramento sensível que provoca reações intensas da opinião pública, destacando a importância da transparência e da responsabilização em questões que envolvem a integridade democrática do país.




Reply

Deixe uma resposta