A Hora da Venenosa: Uma década de fofocas e liderança na audiência na Record

Na última quarta-feira, dia 28, o famoso quadro “A Hora da Venenosa“, exibido no programa Balanço Geral, completou dez anos de sucesso na Record. O que começou como um simples espaço para Fabíola Reipert compartilhar fofocas descompromissadas se transformou em uma franquia nacional, frequentemente liderando a audiencia da tv.

A trajetória de sucesso

Atualmente, existem 15 “Venenosas” espalhadas pelo Brasil, como são carinhosamente chamadas as apresentadoras do quadro. Cada uma delas traz as últimas fofocas para o público local, de forma leve e descontraída. Em cidades como Belo Horizonte e Brasília, o formato conseguiu superar a audiência da Globo no horário da Sessão da Tarde.

Fabíola Reipert, apresentadora da versão de São Paulo e a mais renomada do grupo, admitiu em entrevista à Folha de S.Paulo que nunca imaginou se tornar apresentadora de TV, muito menos em um programa que duraria uma década.

O sucesso e a liderança

Entre 2014 e 2021, “A Hora da Venenosa” frequentemente vencia a Globo, levando ao fim do “Vídeo Show” devido às derrotas consecutivas para o quadro. O programa “Se Joga”, comandado por Fernanda Gentil, foi outra tentativa da emissora, mas foi cancelado em menos de um ano também devido à perda de audiência.

A situação só se normalizou quando a Globo decidiu reprisar novelas no horário, apresentando tramas de grande sucesso como “O Cravo e a Rosa” (2000), “Chocolate com Pimenta” (2003) e “Mulheres de Areia” (1993).

O jornalismo de celebridade

Fabíola destaca a importância do trabalho duro e da responsabilidade na apuração das notícias de celebridades. Ela afirma que, apesar da leveza e diversão, o jornalismo de celebridades é levado a sério no programa.

Junto com Fabíola, os apresentadores Reinaldo Gottino e Renato Lombardi comandam a versão paulista do quadro. Gottino, que também apresenta o Balanço Geral SP, vê o quadro como um momento de descontração e rejeita o preconceito de falar sobre celebridades na atração.

A renovação de público

Renato Lombardi, um veterano jornalista com mais de 40 anos de carreira, inicialmente se sentia tímido ao sentar na bancada da Venenosa, mas se surpreendeu com a aceitação do público, especialmente das crianças. Ele relata um episódio em que foi convidado para o aniversário de um garoto de sete anos, que fez a festa com o tema da Venenosa, usando bigodes e docinhos personalizados.




Reply

Deixe uma resposta