Delegado denuncia interferência na prisão de ex-ministro de Bolsonaro Milton Ribeiro

O delegado Bruno Calandrini, informou que a investigação foi prejudicada por conta do tratamento diferenciado que foi dado pela policia ao ex-ministro de Jair Bolsonaro. Em mensagem enviado para colegas, o delegado disse que house interferência na condução da investigação. Segundo matéria da Folha.

resenha critica

bastidores da tv

tudo tv

Últimas noticias

resumo das novelas

Noticias dos famosos

“O deslocamento de Milton para a carceragem da PF em SP é demonstração de interferência na condução da investigação, por isso, afirmo não ter autonomia investigativa e administrativa para conduzir o inquérito policial deste caso com independência e segurança institucional”, disse em mensagem a seus colegas.

“A investigação envolvendo corrupção no MEC foi prejudicada no dia de ontem em razão do tratamento diferenciado concedido pela PF ao investigado Milton Ribeiro”, critica, alegando que Ribeiro “foi tratado com honrarias não existentes na lei”.

“Apesar do empenho operacional da equipe de Santos que realizou a captura de Milton Ribeiro, e estava orientada, por este subscritor, a escoltar o preso até o aeroporto em São Paulo para viagem à Brasília”, continua.

Assista o vídeo da Globonews com mais detalhes sobre o ocorrido: