Prefeito bolsonarista mata jovem atropelada e foge sem prestar socorro

Na noite da última quarta-feira (2), na RJ-220, entre os municípios de Porciúncula e Natividade, Bianca Maria Almeida Florindo morreu após ser atropelada pelo prefeito Tiago Pedrosa Lazzaroni Dalpério (Progressistas) de Tombos, município de Minas Gerais. Ela chegou a ser levada por uma unidade de sáude mas não resistiu. Bianca havia caído de moto e estava no chão da rodovia quando policiais militares do 29º Batalhão faziam patrulhamento e pararam para ajudá-la. No entanto, enquanto faziam o socorro, a vítima foi atropelada pelo veículo do Prefeito, que passou “em alta velocidade” e seguiu viagem.

A CASA CAIU: Senador Bolsonarista delata golpe de Bolsonaro: “a gente impede o Lula de assumir, e Alexandre será preso”

Lula pede desculpas ao povo argentino pelas grosserias de Bolsonaro: “Um genocida”

Acabou a Mamata, Michelle Bolsonaro vira influenciadora de cosméticos

“Quando ao desocupar a viatura para retirar a vítima do solo e prestar atendimento, conversando com ela, e tirando a moto do meio da pista, veio um veículo em alta velocidade e atropelou-a, tomando sentido a Porciúncula. O fato aconteceu tão rápido e inesperado que a guarnição também quase foi atropelada. Guarnição iniciou os primeiros socorros à vítima e fez contato de imediato com PU local e com a viatura do BPRV”, disse o boletim de ocorrência da Polícia Militar.

De acordo com o G1, Tiago Dalpério prestou depoimento na 139ª DP na madrugada de quinta-feira e um inquérito foi instaurado para apurar o caso da jovem, que era funcionária da Prefeitura de Porciúncula e deixou uma filha pequena.

Na última sexta-feira (3), familiares e amigos de Bianca fizeram uma manifestação pedindo justiça. “A indignação de vocês é tão quanto a minha. Sei que é. Minha filha era muito amada. Somos da paz. Não toquem a mão em nada na Prefeitura. Não toquem em vidro, em nada. Estamos aqui pacificamente”, disse Neuza Florindo, mãe da vítima.

O Critico de Cinema, Pablo Villaça, usou seu Twitter para repudiar a atitude do prefeito, destacando ainda que ele é bolsonarista. “Uma mulher caiu de uma moto ao tentar desviar de um cachorro. Estava sendo atendida quando o prefeito de Tombos (MG) a atingiu e matou. Ele fugiu sem prestar socorro e PARTICIPOU DE UM EVENTO público antes de ir à polícia. Agora adivinhem quem ele apoiou? Não falha nunca”, escreveu.

FONTE: DCM




Reply

Deixe uma resposta