“Não governei para pastor. Governei para o povo. Tenho fé em Deus que a gente pode consertar este país” diz Lula a evangélicos

Lula teve um encontro com alguns representantes de comunidades evangélicas, neste sábado (27). O ex-presidente conversou sobre as relações que o seu governo deve ter com as igrejas, sem nenhuma discriminação, credo ou etnia. Ao lado de Lula estava Gleisi Hoffmann e a ex-governadora do Rio de Janeiro, Benedita da Silva.

Em uma de suas falas Lula disse: “Quando fui presidente, não queria governar para um pastor, eu queria governar para o povo. Tive uma extraordinária relação com todas as igrejas e governei para todo mundo”, disse o ex-presidente, que, logo no seu primeiro ano de governo, em 2003, sancionou a lei que incluiu as entidades religiosas como pessoas jurídicas de direito privado no Código Civil, abrindo espaço para a liberdade de culto. ”Precisamos defende o Estado laico e cada religião deve se organizar o jeito que quiser, por isso fizemos a reforma do Código Civil, para abrir a liberdade de culto”.

“O que nós provamos foi que o Brasil tem jeito, a religião pode ser feita com muita verdade e ninguém precisa utilizar da boa-fé dos outros, porque a fé uma coisa sagrada. Tenho fé em Deus que a gente pode consertar esse país, podemos fazer a economia voltar a crescer, voltar a gerar emprego formal, cuidar do meio ambiente. Não podemos perder a fé do povo” continuou.

Assista o encontro que aconteceu ao vivo: