Monark faz apelo dramático caso seja preso: “Vocês precisam me apoiar como fizeram com Lula”

Youtuber desprovido de noção compara-se a Lula, um ícone político, enquanto planeja deixar o Brasil para evitar detenção

O famoso youtuber Monark tem espalhado uma série de notícias falsas sobre o sistema eleitoral brasileiro e o atual governo. Ainda inconformado com a vitória de Luiz Inácio Lula da Silva (PT) nas eleições passadas, o influenciador afirmou, sem apresentar qualquer prova, que Lula recebeu apenas “25% dos votos” e que as “urnas foram manipuladas” por Alexandre de Moraes.

elenco de a cinco passos de você

Super Mario Bros

John Wick 4

elenco de caidinha pelo natal 2022

elenco de recruta

Além disso, Monark também atacou Flávio Dino, proferindo insultos graves e desrespeitosos. Suas declarações são extremamente preocupantes, pois representam uma ameaça à democracia.

Insatisfeito, o influenciador chegou ao ponto de comparar-se a Lula, um estadista mundialmente aclamado e uma das figuras políticas mais emblemáticas da história. “Se eu for preso, espero que vocês não me esqueçam. Não permitam que os outros me aplaudam. Vão até a porta da prisão para me apoiar, assim como fizeram com Lula”, afirmou Monark.

Em um vídeo mais recente, ele expressou sua intenção de deixar o Brasil devido às decisões do ministro Alexandre de Moraes contra ele. “Eu não queria sair do país, sinceramente. Gosto de fazer meus podcasts aqui, gosto de viver aqui, mas se o Xandão continuar pressionando, não terei escolha. Ou serei preso”, lamentou.

Monark iniciou sua trajetória nas redes transmitindo jogos online e publicando vídeos de games. Em seguida, aventurou-se no universo dos podcasts, onde acreditava que poderia expressar suas opiniões sem sofrer consequências.

Lula, por outro lado, é um exemplo inspirador de superação. Um retirante nordestino que enfrentou a miséria e a fome no sertão de Pernambuco, ele se mudou para São Paulo em busca de sobrevivência. Como metalúrgico no ABC, liderou os trabalhadores em busca de melhores condições e elevou o sindicalismo brasileiro ao seu auge no final dos anos 1970, durante a transição do regime militar para a democracia.

paloma bernardi nua

Deborah Secco Nua

Renata Fan Nua

Bruna Marquezine Nua

Juliana Paes Nua

“Libertação”

“A concepção liberal de liberdade de ‘ser proprietário de si mesmo’ é uma ficção. Se a sua opinião coloca a vida de outros em risco, se ela diminui e rebaixa, se ela contribui para a perpetuação da opressão, então a liberdade consiste exatamente em usar recursos democráticos e institucionais para silenciar sua opinião”, argumenta a jornalista Milly Lacombe.

“Defender a existência de um partido nazista, dadas as lições da história humana, não é uma mera opinião. Liberdade não tem nada a ver com sustentar o suposto direito de proferir esse tipo de discurso”, acrescenta ela.




Reply

Deixe uma resposta