Flávio Dino responde ao ataque de Monark e complica a situação do bolsonarista: “Não é uma ameaça”

Ministro da Justiça reage aos insultos de Monark, que o chamou de “gordola” e “filho da puta”

O ministro da Justiça, Flávio Dino, decidiu contra-atacar os ataques dirigidos a ele pelo podcaster Bruno Monteiro Aiub, conhecido como Monark, nesta segunda-feira (19). Sem mencionar nomes, Dino abordou os “criminosos” que tentam manchar sua reputação.

hugh jackman filmes

medieval

Quedinha de Natal elenco

arraste me para o inferno netflix

Em um vídeo viralizado nas redes sociais, Monark direcionou seus ataques ao ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), que na semana passada ordenou o bloqueio de seus perfis nas redes sociais devido à disseminação de notícias falsas.

“Fomos censurados novamente por Xandão. O cara quer me destruir, cara. Por quê? Porque eu expresso minhas opiniões, entende? Não podemos mais expressar nossas opiniões. Agora temos que ser robozinhos que aceitam os dogmas da religião política vigente, cujo Jesus Cristo é o próprio Xandão, o anticristo do c*ralho. E se você for contra os dogmas dele, você é aniquilado”, declarou o podcaster.

Insatisfeito, o influenciador decidiu atacar Flávio Dino. Ele desceu ainda mais baixo e insultou o ministro da Justiça, chamando-o de “gordola” e “filho da puta”.

“Esse gordola quer te escravizar. Você será escravizado por um gordola, cara. Esse sujeito, se você o colocar na rua sozinho, não dura nem um segundo. Ele nem consegue correr 100 metros. Coloque-o na floresta e veja se ele sobrevive com os leões. Você vai permitir que esse sujeito, que na vida real é um merda, seja seu mestre e que você se torne um escravinho dele? É isso que você quer? É por isso que seus pais lutaram para te dar educação, casa, comida, te criaram? Eles se sacrificaram para que você sirva esse filho da puta? Esse não é o destino que eu desejo para mim”, disse Monark.

Dino então se pronunciou, afirmando que confia no sistema judiciário e que sua resposta não se trata de uma “ameaça”, mas de um “dever”.

Pabllo vittar Pelada

Arthur Aguiar Pelado

Camila Queiroz nua

Isis Valverde Nua

Iza Nua

“Raramente respondo a agressores e criminosos por aqui. Estou sempre ocupado trabalhando em propostas e medidas diariamente, como compartilho nas redes sociais. Só não enxerga quem não quer. Quanto aos criminosos que ofendem a minha honra, confio no Poder Judiciário, a quem entrego esses casos. E não se trata de uma ‘ameaça’. É um dever e um direito”, escreveu o ministro.




Reply

Deixe uma resposta