Com medo de Lula Bolsonaro demite comandante do Exército, Marinha e Aeronáutica

Com medo de Lula Bolsonaro demite comandante do Exército, Marinha e Aeronáutica – Prevendo um possível cenário de derrota nas eleições de 2022, contra o Ex-presidente Lula o atual presidente Jair Bolsonaro resolve demitir os comandantes das Forças Exército, Marinha e Aeronáutica, considerados legalistas pela grande imprensa.

O presidente teria ficado irritado com a postura do Ex-comandante do exercito Edson Leal Pujol que se recusou a ameaçar o supremo no caso Lula, como fez o Eduardo Villas Bôas em 2018.

Bolsonaro queria a demissão do comandante de, Edson Pujol, após o general não se manifestar sobre a decisão judicial que anulou as condenações do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva no início do mês. “O presidente esperava um posicionamento e ele não veio”, afirmou um assessor palaciano. A informação foi publicada pela jornalista Thaís Oyama, no portal Uol.

Diante da negativa do ex-ministro da Defesa Fernando Azevedo e Silva de demitir Pujol o presidente demitiu Azevedo e Silva ontem, (26) e hoje foram afastados os comandantes das três forças