Lateral-direito Nino Paraíba, Ex-Ceará, Convocado para Depor na CPI das Apostas Esportivas

O ex-jogador do Ceará, Nino Paraíba, encontra-se no centro de atenção mais uma vez, agora pela convocação para prestar depoimento na Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) das Apostas Esportivas. Em uma reviravolta surpreendente, o lateral-direito vai compartilhar sua perspectiva sobre o controverso cenário das apostas no esporte.

Confirmação de Presença do Nino Paraíba

De acordo com informações divulgadas pelo jornal O Globo, Nino Paraíba confirmou sua presença na sessão marcada para a tarde desta quarta-feira, 22 de agosto. Esse desenvolvimento acontece depois que o jogador foi um dos atletas punidos pela 2ª Comissão Disciplinar do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), após ser associado a um esquema de apostas que supostamente ocorreu durante três partidas da Série A de 2022, período em que defendia o Ceará.

Operação Penalidade Máxima

O processo de investigação, intitulado Operação Penalidade Máxima, foi conduzido pelo Ministério Público de Goiás (MPGO) e culminou na suspensão de Nino Paraíba por 480 dias, além de uma multa no valor de R$ 40 mil.

Desempenho Esportivo e Mudanças

Na temporada de 2022, vestindo a camisa do Ceará, Nino Paraíba teve um desempenho notável, participando de 55 partidas, contribuindo com dois gols e quatro assistências. Ele foi titular em 25 rodadas da Série A do Brasileirão 2022. No início de 2023, ele transferiu-se para o América-MG, onde jogou 18 partidas até o desenrolar da Operação Penalidade Máxima, que resultou na rescisão de seu contrato. Poucos meses depois, o jogador ingressou no Paysandu, porém, sua participação se limitou a apenas uma partida.




Reply

Deixe uma resposta