Festival de Cinema de Brasilia: Conheça os Vencedores da 52ª edição

Festival de Cinema de Brasilia: Vencedores da 52ª edição

Confira os vencedores da 52ª edição do Festival de Brasilia do Cinema Brasileiro, Cine Brasilia. O anuncio aconteceu no sábado (30 de Novembro). O grande vencedor foi A Febre, de Maya Da-Rin, com cinco estatuetas, incluindo Melhor Filme. Neste ano, foram 792 filmes inscritos e 111 selecionados para as 13 mostras. O melhor longa da Mostra Competitiva foi o filme O Tempo que Resta, levando o troféu Candango, de acordo com o júri popular.

Festival de Cinema

Dinastia – 3ª temporada da série vai chegar na Netflix em 2020

15 Series da Netflix canceladas em 2019

30 filmes e séries da Disney que deixarão a Netflix em Dezembro

Conheça os vencedores do Festival de Cinema de Brasilia 2019:

MOSTRA COMPETITIVA | LONGA-METRAGEM

Festival de Cinema

Melhor SomA Febre, por Felippe Schultz MusselBreno Furtado e Emmanuel Croset
Melhor Trilha SonoraAlice Júnior, por Vinicius Nisi
Melhor Direção de ArtePiedade, por Carla Sarmento
Melhor MontagemAlice Júnior, por Pedro Giongo
Melhor FotografiaA Febre, por Bárbara Alvarez
Melhor RoteiroO Tempo que Resta, escrito por Thaís Borges
Melhor Ator CoadjuvanteCauã Reymond, por Piedade
Melhor Atriz CoadjuvanteThais Schier, por Alice Júnior
Melhor AtorRegis Myrupu, por A Febre
Melhor AtrizAnne Celestino Mota, por Alice Júnior
Melhor DireçãoMaya Da-Rin, por A Febre
Prêmio Especial do JúriClaudio Assis, por Piedade
Melhor Filme | Júri PopularO Tempo que Resta, de Thaís Borges
Melhor FilmeA Febre, de Maya Da-Rin

MOSTRA COMPETITIVA | CURTA-METRAGEM

Festival de Cinema

Melhor SomA Nave de Mané Socó, por Guma Farias e Bernardo Gebara
Melhor Trilha SonoraAlfazema, por Vivian Caccuri
Melhor Direção de ArteParabéns a Você, por Isabelle Bittencourt
Melhor MontagemA Nave de Mané Socó, por André Sampaio
Melhor FotografiaParabéns a Você, por João Castelo Branco
Melhor RoteiroCarne, escrito por Camila Kater e Ana Julia Carvalheiro
Melhor AtorSeverino Dadá, por A Nave de Mané Socó
Melhor AtrizTeuda Bara, por Angela
Melhor DireçãoSabrina Fidalgo, por Alfazema
Melhor Filme | Júri PopularCarne, de Camila Kater
Melhor Filme, de Julia Zakia e Ana Flavia Cavalcanti

MOSTRA BRASILIA BRB

Festival de Cinema

Melhor DireçãoAdriana Vasconcelos, por Mãe
Melhor curta-metragem | Júri PopularEscola Sem Sentido, de Thiago Foresti
Melhor longa-metragem | Júri PopularDulcina, de Glória Teixeira
Melhor Edição de SomMito e música – A mensagem de Fernando Pessoa, por Laurent Mis
Melhor Trilha SonoraMito e música – A mensagem de Fernando Pessoa, por André Luiz Oliveira

Festival de Cinema
Melhor Direção de ArteDulcina, por Ursula Ramos e Demétrios Pina
Melhor MontagemAinda Temos a Imensidão da Noite, por Marcius Barbieri
Melhor FotografiaAinda Temos a Imensidão da Noite, por André Carvalheira
Melhor RoteiroMito e música – A mensagem de Fernando Pessoa, escrito por Rama de Oliveira
Melhor AtorWellington Abreu, por Escola Sem Sentido
Melhor AtrizBido GalvãoCarmem MoretzsohnIara PietricovskyTheresa AmayoGlória Teixeira e Françoise Fourton, por Dulcina
Melhor curta-metragemEscola Sem Sentido, de Thiago Foresti
Melhor longa-metragemDulcina, de Glória Teixeira

Festival de Cinema

PRÊMIO MARCO ANTÔNIO GUIMARÃESChico Mendes, um Legado a Defender, de João Inácio
PRÊMIO CANAL BRASIL DE CURTASSangro, de Tiago MinamisawaBruno H. Castro e Guto BR
PRÊMIO SARUÊ | CORREIO BRAZILIENSEEscola sem Sentido, de Thiago Foresti
PRÊMIO ABRACCINE | MELHOR LONGAO Tempo que Resta, de Thaís Borges
PRÊMIO ABRACCINE | MELHOR CURTACarne, de Camila Kater

MENÇÃO HONROSA:

Festival de Cinema

Ary y yo, de Adriana de Farias
Boca de Ouro, de Daniel Filho
Um Filme de Verão, de Jô Serfaty

Festival de Cinema