DESLEMBRO – Filme de Flavia Castro estreia 20 de junho nos cinemas

DESLEMBRO

DESLEMBRO é um filme que tem direção de Flavia Castro. O longa participou da seleção oficial de Veneza e de Havana, ganhando o prêmio da critica no Festival de Biarritz e no Paranorama Coisa de Cinema/Salvador. Ganhou também o prêmio de melhor filme no Festival de Cinema Latino Americano de Pessac/FR e também no 21º Festival de Cinema Brasileiro em Paris. Confira mais novidades do cinema e entretenimento aqui no Audiencia da TV.

DESLEMBRO

O filme conta a história de uma adolescente que volta ao Brasil com a família, do exílio em Paris após decretada a anistia. Ao chegar ao Rio, Joana precisa se adaptar à cidade, da qual nada se lembra, e se aproximar da avó paterna para se lembrar da infância e do pai desaparecido durante a ditadura militar.

DESLEMBRO

A produção é de Walter Salles, Gisela B. Câmara e Flavia Castro. O elenco estrela Jeanne Boudier, Sara Antunes, Eliane Giardini, Hugo Abranches, Arthur Raynaud, Jesuíta Barbosa, Antonio Carrara e Marcio Vito.

Sinopse do filme

DESLEMBRO

Joana é uma adolescente que se alimenta de literatura e rock. Ela mora em Paris com a família, quando a anistia é decretada no Brasil. De um dia para o outro, e à sua revelia, organiza-se a volta para o país do qual ela mal se lembra. No Rio de Janeiro, cidade onde nasceu e onde seu pai desapareceu nos porões do DOPS, seu passado ressurge. Nem tudo é real, nem tudo é imaginação, mas ao “lembrar”, Joana inscreve sua própria história no presente, na primeira pessoa.

Sobre Flavia Castro

flavia castro

Flavia Castro é roteirista e diretora, e há tempos alterna trabalhos em ficção e documentário. Escreveu e dirigiu Diário de uma Busca; documentário premiado no Brasil e no exterior e que participou de mais de quarenta festivais internacionais, além de ser lançado comercialmente na França e no Brasil em 2011. Como roteirista, pesquisadora e/ou assistente de direção, trabalhou com importantes documentaristas, como Richard Dindo (Diário do Che na Bolívia, 1994), Philippe Grandrieux (Jogo do Bicho, 1995), Eduardo Escorel (Imagens do Estado Novo, 1937-45, de 2015). Flavia escreveu e dirigiu dois curtas de ficção: Cada um com seu cada qual (2006) e Matemática (2013), que faz parte do longa-metragem A aula vazia, direção artística de Gael Garcia Bernal. Foi uma das roteirista de Nise: Coração da loucura (2015), de Roberto BerlinerDeslembro é o seu primeiro longa de ficção.