Premonição 5 (Final Destination 5) – Critica do Filme

Premonição 5 (Final Destination 5) – Critica do Filme

Critica: “Premonição 5 (Final Destination 5)” tinha tudo para ser mais um tipico filme da franquia Premonição, se não fosse pelo incrível plotwist no final. O filme começa basicamente igual aos anteriores, com novos personagens, cada um deles sendo apresentados pouco a pouco e todos se encaminhando para o seu fatídico fim. Um dos personagens tem uma premonição antes de um terrível acidente acontecer, fazendo então com que algumas pessoas escapem mas o acidente acontece assim mesmo, em seguida a morte persegue cada uma das pessoas, uma a uma, na ordem em que deveriam ter morrido no acidente.

premonição 5

A franquia Premonição estabelece um padrão em seus filmes, sempre com a mesma premissa e colocando apenas poucos elementos adicionais a mitologia. Em Premonição 5 o personagem William Bludworth (Tony Todd), retorna com a mesma atmosfera sombria que tinha nos dois primeiros filmes em que participou. Bludworth é como um guia para os sobreviventes e apresenta novas formas de enganar a morte, que nunca foram apresentadas antes na franquia mas que muitos fãs já teorizavam.

Novos elementos para a mitologia da franquia

premonição 5

Em Premonição 2, Kimberly (A.J. Cook) entende que “Para cada vida ha uma morte e Para cada morte ha uma vida“, então ela percebe que precisa cometer suicídio para salvar seus amigos da lista da morte; Já em Premonição 5, é apresentado o conceito de que você pode matar alguém e tomar o tempo de vida da pessoa para você, ou seja, “para cada morte há uma vida“.

premonição 5

Jovens Bruxas (The Craft, 1996) – Critica do Filme

Critica | Doutor Sono (2019): Pega os fãs pelas referências mas esquece que é um filme de terror

American Horror Story 1984: Critica da Temporada

premonição 5

Toda a estética do filme é muito sugestiva e proposital, claro que a primeira vista você não percebe o cuidado que foi tomado para apresentar aquela ambientação, depois que o filme acaba, você entende todas as roupas dos personagens, lugares, modo de agir, o plotwist foi realmente o que tornou esse um dos melhores filmes da franquia, pois até então, toda a mitologia dessa série de filmes tinha se encerrado com Premonição 4 de uma forma rasa e desproporcional ao que vinhamos acompanhado.

premonição 5

As mortes como sempre são bem inventivas mas em relação aos outros filmes, a impressão é de que foram apresentadas poucas mortes e algumas delas foram rápidas demais, não tendo um suspense que anteriores tinham, com uma falsa perspectiva de que o personagem morreria de um jeito quando na verdade vai morrer de outro ou até mesmo não morrer.

Deixou mais perguntas que respostas

premonição 5

Premonição 5 funciona como um fechamento de ciclo mas que não responde algumas questões deixadas nos filmes anteriores, como por exemplo, o que significa o número 180; Quem é William Bludworth; O que realmente aconteceu com Alex Browning (Devon Sawa); Qual a ligação de todos os personagens da franquia, já que nos dois primeiros filmes os personagens tinham uma ligação entre si, e todas as suas escolhas afetavam a vida de outras pessoas sobre a lista da morte; Qual o motivo de existir uma empresa com o nome “Águas Clear Rivens” se a personagem já estava morta desde o segundo filme?.

premonição 5

Muitas perguntas que não foram respondidas e talvez nunca serão, já que é planejada a realização de um reboot para a franquia, ignorando todos os acontecimentos desses filme e começando do zero com outros personagens e atores, o que é uma pena não só para a mitologia tão grandiosa de premonição como também para os fãs.

premonição 5

premonição 5