Critica | Turma da Mônica: Laços (2019)

Critica | Turma da Mônica: Laços (2019)

Critica – ‘Turma da Mônica – Laços‘ é um filme que acima de tudo tem um apelo emocional e nostálgico para com os fãs que acompanham essa turma a muito tempo. O filme é banhado de referencias e participações especiais. A pesar da narrativa simples, é uma história doce de se acompanhar, é obviamente um filme infantil mas não é um filme preguiçoso. Todo o cuidado que Daniel Rezende tem de tratar a história como algo além de um simples acontecimento, usando muitos planos distantes e enquadrando o elenco principal de forma hierarquia, mostrando o Cebolinha sempre no topo.

critica turma da mônica laços

Floquinho, o cachorro do Cebolinha, desapareceu. Ele desenvolve um plano infalível para resgatar o cãozinho, mas para isso vai precisar da ajuda de seus fieis amigos: Mônica, Magali e Cascão. Juntos, eles irão enfrentar desafios e viver grandes aventuras para levar Floquinho de volta para casa.

‘Bacurau’ faz 1,5 milhão em bilheteria no primeiro final de semana de estreia

Brian De Palma esta trabalhando em um filme sobre Harvey Wesinstein

‘Wasp Network’, com Wagner Moura e Penélope Cruz, estreia no Festival de Veneza

critica turma da mônica laços
As características dos protagonistas estão bem evidentes, o roteiro tenta deixar bem explicito o que cada personagem representa e quais suas fraquezas. Além do figurino também estar bem fiel.

A participação de Rodrigo Santoro como “Louco”, apesar de caricata funciona muito, em uma cena curta, o personagem é usado como um “foreshadowing”, algo como um pressagio do que viria a seguir, o roteiro é bem expositivo na maneira de explicar para o personagem e para o público o que viria a seguir.

critica turma da mônica laços
Mônica é a personagem titulo mas quem rouba a cena mesmo é Cebolinha e Cascão, não sei se foi intencional mas as duas meninas do grupo ficaram meio na sombra deles. Mônica ficou limitada a não ter muitas falas e ser a personagem raivosa, assim como Magali que se tornou a personagem que só pensa em comida e não teve algo muito significativo na trama, a caracterização da atriz também ajudou a personagem a ficar bem apagada.

Algumas cenas que podem ter soado um pouco forçadas, podem ser relevadas pela pouca experiencia que os atores tem, então, não é algo que chegue a ser preocupante, eles até entregam boas atuações pelo tanto que eles tem para oferecer.