Critica | Midsommar – O Mal Não Espera a Noite (2019)

Critica | Midsommar – O Mal Não Espera a Noite (2019)

Critica: “Midsommar – O Mal Não Espera a Noite” é o tipo de filme que divide opiniões, do tipo que ou você ama ou odeia, o mais estranho é que até agora eu não consegui digerir o filme e não sei dizer se gostei muito ou se não achei tão bom assim. De qualquer forma, Midsommar tem seu mérito por ser um filme diferente do que a gente tem visto hoje em dia no mercado, é um filme que te instiga a sair da zona de conforto e isso já é um grande feito.

Critica Midsommar

Após vivenciar uma tragédia pessoal, Dani (Florence Pugh) vai com o namorado Christian (Jack Reynor) e um grupo de amigos até a Suécia para participar de um festival local de verão. Mas, ao invés das férias tranquilas com a qual todos sonhavam, o grupo vai se deparar com rituais bizarros de uma adoração pagã.

Critica | Between Two Ferns: O Filme (2019)

Critica | AHS: 1984 – Episódio 1 (2019)

Critica | Segurança em Jogo (Bodyguard) – 2018

Critica Midsommar
O filme conversa muito com o terror psicológico e chama o espectador para embargar junto nessa viagem que pode ser simples mas ao mesmo tempo bem desconfortante. O terror mesmo acontece por conta do choque cultural que existe entre os personagens que acompanhamos e os anfitriões do festival, somos colocados no ponto de vista de Dani (Florence Pugh), e é com ela que o filme quer que nos preocupamos.

Critica Midsommar

A depressão e a maneira de enxergar o significado de família, são os principais fatores a serem analisados no filme. É notável a relação abusiva que existe entre a protagonista e seu namorado e como ela não consegue enxergar isso por causa da sua fragilidade devido uma perda recente. O luto é bem constante durante toda a trama assim como foi no filme anterior do diretor “Hereditário“.

Critica Midsommar
Um problema grande foi apresentar diversas questões e personagens mas não desenvolver nada, são coisas que são apenas jogadas e esquecidas. O ritmo do filme é bastante lento e isso pode deixar muita gente de saco cheio e talvez não agrade muito por causa dessa narrativa calma e que as vezes parece que não vai para lugar nenhum.